Investimento de liquidação

7 de Dezembro de 2006, de acordo com o Decreto-Lei n.º60/2002, de 20 de Março, alterado pela Lei n.º16/2015, de 24 de Fevereiro, que estabelece o Regime Jurídico dos Fundos de Investimento Imobiliário, por um período de 10 anos, sem prejuízo da eventual prorrogação, por uma ou mais Ao final desse prazo, é definido o valor final pelo qual as cotas serão resgatadas. O prazo de liquidação é tempo entre a cotização e o efetivo pagamento do resgate em sua conta no BTG. Para exemplificar, vamos utilizar o fundo BTG PACTUAL ABSOLUTO FIC FIA, acessando os detalhes do produto você verá que a cotização é em D+30 e a ... para realização de investimento no MVM angolano devem seguir o seguinte processo: FIGURA 3 . TRAMITAÇÃO PROCESSUAL DO INVESTIDOR NÃO RESIDENTE 1. Escolher o Intermediário de liquidação - Banco - e verificar se está registado na CMC e BODIVA. 2. Abertura de conta em uma instituição bancária nacional. 3. A Instituiçao Bancária abre Prazos de Liquidação no Tesouro Direto. A liquidação é a última etapa do processo de compra e venda de ativos ou valores mobiliários, na qual se dá a transferência da propriedade do ativo ... O Tesouro Direto é uma forma fácil de investimento em títulos públicos. Nesse caso, a liquidação financeira acontece de duas formas: Liquidação de venda: os recursos da venda são disponibilizados a partir de 13h de D+1; Liquidação de compra: acontece às 17h de D+2, sendo D a data da compra O Fundo, dadas as suas características, tem maior flexibilidade em termos de limites ao investimento, e de tomada de riscos pelo que o obriga a especiais exigências de transparência, rigor informativo e protecção aos investidores. O Banif Property encontra-se em processo de liquidação. Taxa de Liquidação no Mercado de Opções Bovespa; Pessoas físicas e demais investidores: 0,006%: Fundos e Clubes de Investimento: 0,006%: Day Trade (para todos os investidores) Mas não é somente os fundos de investimento possuem um prazo de liquidação financeira. Estarei trazendo outros exemplos aqui no artigo. Negociações no mercado. Quando negociamos contas de FII – Fundo de Investimento Imobiliário, ações, ou outros ativos na bolsa de valores, podemos acabar, não tendo a disponibilidade do valor na hora. O fluxo de liquidação da Bovespa se baseia no conceito de dias úteis, ... no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos ... Investira é uma empresa de TI fornecedora de soluções para o mercado financeiro, especializada em Fundos de Investimentos e Fundos de Previdência(EFPC, EAPP e RPPS). Oferecemos o mais amplo controle gerencial, operacional, contábil, fiscal e legal para fundos de previdência, sendo os únicos a automatizar todos os processos na mesa de operação, na gestão e no controle

Pedido de ajuda com liquidação de portfólio de investimentos

2020.07.23 09:38 emigrantecanada Pedido de ajuda com liquidação de portfólio de investimentos

Olá. Emigrei em 2014 e deixei em Portugal um portfólio de investimentos na CGD. Entre eles contam-se ações individuais e fundos de todo o tipo: obrigações, ações nacionais e internacionais. Algumas ações estão em carteira há quase vinte anos, e os fundos quase todos têm mais de 10 anos. Estou a pensar liquidar tudo. Não me lembro dos custos de aquisição de tudo e devo ter perdido a maior parte dos registos de compra alguns foram comprados antes da banca online ser uma coisa, por ex. privatização da EDP, REN... Alguns estão a dar lucro, outros prejuízo, mas o balanço é positivo. 1- Como faço para calcular e declarar as mais valias no anexo g, se não sei qual foi o valor de aquisição de alguns fundos) ações? 2- Será que a CGD me consegue fornecer essa informação? Quando consulto o portfólio online não me aparece o custo de aquisição. 3- Enquanto não residente posso englobar para pagar menos do que 28%? O lucro total deverá rondar cerca de 5k ou menos. ( Sei por estimativa por alto pelo valor global do portfólio, que nos últimos tempos deu um acréscimo desse valor após muitos anos ter tido o mesmo valor). 4- Sei que antigamente fundos e ações detidos por mais de 12 meses estavam isentos de IRS. Será que pesquisei bem ao verificar que agora paga tudo taxa liberatória de 28% sobre as mais valias (se se não optar pelo englobamento)?
Não tenho quaisquer outros rendimentos em Portugal.
Agradeço toda a ajuda de antemão e peço desculpa se alguma das perguntas não se enquadram no âmbito do sub.
submitted by emigrantecanada to financaspessoaispt [link] [comments]


2020.07.11 15:32 OwnSense4 Onde vocês deixam as reservas de vocês?

1 - Reserva de emergência 2 - Caixa de oportunidades
Estou deixando os dois juntos, mas queria separar. Como que funciona essas alocações dos senhores?
Recentemente percebi que o Itaú está oferecendo um investimento CDI-DI com 100% do CDI, liquidação D0 e IR regressivo. Seria uma boa solução deixar o caixa nesse CDI-DI e o caixa de oportunidades no tradicional banco digital? (atualmente Nubank)
Lembrando que não sei como funciona os impostos do Nubank, mas o IOF e o IR tá sempre comendo um pouco, mesmo não mexendo na grana que fico no “Guardado”
Não estou buscando maior rentabilidade para o emergencial, apenas menos perdas
submitted by OwnSense4 to investimentos [link] [comments]


2020.04.12 00:54 sakisuzu Meus primeiros 4 dígitos

Boa noite, meus caros.
Deixa eu falar um pouco de mim, para depois entrar no ponto a que esse post se propõe. Sou carioca, de uma família de classe média baixa (vivemos bem, porém não temos luxo), estudante de direito e faço um estágio que não paga tão bem (R$ 670,00). Com essa crise por conta do Covid-19, foi possível que eu juntasse R$1.000,00 (mil reais) com o salário do estágio, porém eu não queria deixar esse dinheiro parado.

Já li um pouco sobre win e wdo, e tava pensando em pegar 10% disso e me aventurar no mercado de renda variável (é pouco, mas com alavancagem dá pra fazer, certo?), mas o resto eu tava pensando em botar no Tesouro Direto ou algo mais "garantido" e de fácil liquidação, pois com essa crise a gente nunca sabe o dia de amanhã. Gostaria de saber a opinião de vocês: vale a pena entrar nesse contexto no mercado? TD é um bom investimento tendo em vista o momento atual e o pós corona?

Obrigado pela atenção, meus caros!
submitted by sakisuzu to investimentos [link] [comments]


2020.03.31 14:42 caks ETF nos EUA - impostos? Electric Boogaloo

Ano passado teve um post sobre isenção de ganho de capital de ETF nos EUA pelo CoolUsernamesTaken. A conclusão foi que a interpretação que mais fazia sentido é que sim, eles também tem isenção de valores abaixo de R$35.000,00 por mês, mas que não sabia-se se a RF tem a mesma interpretação.
Desde então um usuário do Bastter fez uma consulta para a RF e a resposta da RF foi a seguinte:
ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA DE PESSOA FÍSICA - IRPF GANHO DE CAPITAL - ALIENAÇÃO DE COTAS DE ETF E REIT - ISENÇÃO - OPERAÇÕES DE PEQUENO VALOR O ganho de capital apurado na alienação de bens ou direitos e na liquidação ou resgate de aplicações financeiras, adquiridos, a qualquer título, em moeda estrangeira, é tributado pelo imposto sobre a renda da pessoa física em conformidade com o disposto no art. 24 da Medida Provisória nº 2.158-35, de 24 de agosto de 2001. É isento do imposto sobre a renda o ganho de capital auferido na alienação realizada em bolsa de valores no exterior de ETFs (Exchange Traded Funds) e REITs (Real Estate Investment Trust) cujo valor total das alienações, no mês em que as operações se realizarem, seja igual ou inferior a R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais). O limite de R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) deve ser considerado em relação à soma dos valor
Ou seja, podemos bater o martelo e concluir que, sim, ETFs são isentos de ganhos de capital até R$35.000,00 por mês? Ou tem alguma outra consideração legal que não conheço (bem possível!)?
submitted by caks to investimentos [link] [comments]


2020.03.26 18:04 homo-ancapiens Capitalismo é um sistema de lucros e predas

*perdas
A parte da perda é tão importante pro capitalismo funcionar quanto os lucros.
O que eu falo é independente do lockdown, mas é a questão mais importante assim que o lockdown acabar.
Essa ideia que os governos precisam injetar dinheiro pra impedir uma quebradeira é a coisa mais absurda que existe. Uma quebradeira não faz os aviões sumirem, nem os prédios de hoteis, bares, restaurantes, e nem as máquinas de fábricas. Não fará os pilotos incapazes de pilotar, gerentes incapazes de gerenciar ou operadores incapazes de operar.
Toda a estrutura economica ainda vai existir, mas o que acontece numa quebradeira é uma liquidação e reprecificação de toda a estrutura.
Empresas que compraram aviões por $100 milhões, precisam de um lucro que pague esse custo. Se elas quebram, elas vendem os aviões por uma fração do valor, e os novos donos conseguem lucrar com passagens mais baratas ou menos vôos. O piloto ainda será necessário. O mesmo acontece em fábricas, em hoteis, bares e seja lá o que for. Quem paga essa conta é quem investiu, quem tinha o capital, e quem arriscou conscientemente seu capital nisso. ESSE É O VERDADEIRO "IMPOSTO SOBRE GRANDES FORTUNAS", e não precisa de nenhuma intervenção pra que ele aconteça.
Se o governo injetar dinheiro impresso, ele impede que os recursos sejam reprecificados, impede uma deflação que ajudaria o poder de compra de todos, e impede também que o capital liquido mova pra onde realmente é necessário. Se antes o capital fugiria de empresas de aviação, com o socorro, ele perdeu o medo. Se antes ele iria focar em empresas de alimentação, com o socorro, ele vê outros investimentos, que antes eram arriscados, agora mais interessantes. E quem tinha capital investido, e lucrou durante décadas, hoje não terá prejuizo pois receberá socorro da sociedade que está em frangalhos.
submitted by homo-ancapiens to brasilivre [link] [comments]


2019.09.20 18:17 auser24 Avaliação completa do Inter como plataforma de investimentos, com screenshots

Vamos lá, estão perguntando aqui com cada vez mais frequência sobre o Inter, eu fiquei de escrever um comparativo com a Modal e nunca postei. Não tive tempo de fazer algo bem escrito então vai corrido, mas acho que contempla todos os pontos... Pessoal perguntando sobre a Clear nunca usei, mas faz conta lá e testa o vs feito aqui, é de graça...

Operacional

Custos

Inter Modal
Tx. Custódia Zero Zero
Corretagem Bovespa Zero R$2.49/ordem
TED Zero Zero

Negociação

A liquidação Bovespa é D+2, até lá a Modal desconta do seu saldo o valor gasto, o Inter não. Cf. o atendente do Inter me explicou e como alguns já devem saber, você pode (mas não deve) compra R$X em ações com R$X em conta, e depois ir e gastar os mesmos R$X com calças jeans, ficando negativado em D+2, no caso do Inter.
Não apenas isso, no Inter você não tem apenas seu saldo em conta disponível para operar, você tem ainda um limite de 50% da sua posição em renda fixa pelo Inter. Ou seja, se bobear e operar mais do que tem em conta vai acabar negativado.
O que ocorre em D+2 é que o Inter não liquida seus ativos de RF (segundo o atendente), você simplesmente fica negativado, eles tomam chamada de margem, e em última hipótese você tem seus ativos liquidados compulsoriamente ou seu nome posto no SPC.
Para mim isso é um bug forte do Inter e não entendo por que não corrigem, mas não vejo como impeditivo - basta o mínimo do mínimo de disciplina e conhecimento das próprias finanças para 1. não gastar mais do que tem em conta e 2. não fazer double spending dentro de dois dias úteis.

Interface

Inter Modal
HB Idênticos* Idênticos
App Idênticos Idênticos**
Site Pro: 2FA; Con: Sem proventos a receber Pro: Proventos; Con: Pop-ups irritantes
Plataformas N/A Várias
* Não mostra o saldo
** Avaliação muito pior na Google Play, exige migrar ao Banco Modal

HB

O HB do site de ambos é exatamente o mesmo, o da SolutionTech: HB Modal, HB Inter. Tem book, lista de ordens, boleta, saldo, custódia, extrato, e notas de corretagem - tudo que você precisa, nada mais, nada menos.
O HB do Inter tem o que para mim é um bug, em que seu saldo aparece zero, mas você tem um limite (de crédito) maior que 100% do seu saldo. Isso ocorre pelo descrito no "operacional", acima.

App

O HB do app de ambos é bem parecido, suspeito fortemente que seja o mesmo, mas não encontrei informação do vendor. HB Modal, HB Inter. Por algum motivo o app da Modal está terrivelmente mal avaliado na Play Store, mas não tive problemas usando o do Inter para fazer uma compra de testes. Não cheguei a utilizar o da Modal pois pede para migrar para o Banco Modal e eu não tinha interesse, isso na verdade foi um dos motivos para eu migrar pois eu queria usar pelo celular. PS: Tem um bug quando você transfere custódia, mas suponho que a maioria seja assim.
Ambos tem essa telinha de diversificação RF/RV que é extremamente básica mas suponho que útil para quem não usa planilha. Nenhum tem comparação com IBOV etc, ou eu não encontrei. A negociação de títulos do tesouro é pelo site do TD.

Site

O site da Modal fica exibindo estes dois pop-ups toda vez que você loga, mesmo que já tenha fechado eles antes. Para clientes do Banco Modal provavelmente não tem. É inconveniente, mas não chega a ser um impeditivo para quem só vai abrir o site uma vez por mês. Além disso, o login no site do Inter tem 2FA (celular com app instalado), o da Modal é só logar. Tenho críticas ao modelo de 2FA, mas a maioria das pessoas vê como uma feature, então ponto pro Inter.
As informações de renda variável no site do Inter é basicamente pelo HB, no site da Modal tem várias abas com posição de custódia, notas de corretagem, etc, mas tudo replica o que está no HB, exceto esta tela de proventos a receber, que basicamente lista o calendário de proventos de todos ativos que você algum dia teve em custódia. Não é lá grandes coisas, mas é melhor que nada, que é o caso do Inter. Eu controlo isso via planilha então para mim tanto faz, mas ponto para a Modal. Quanto a proventos recebidos, ambos são pelo extrato.

Outras plataformas

Sem comparação, Inter é apenas HB, Modal oferece ProfitChart, Tryd, MetaTrader, e diversos outros (alguns gratuitos, outros pagos). Faz sentido, um é um banco o outro é uma corretora voltada para traders. Pra quem só vai fazer uma compra por mês não tem a menor diferença, mas ponto para a Modal pela oferta de plataformas, acho que é a mais variada do mercado brasileiro.

Atendimento

Inter Modal
ReclameAqui 7.3/10 7/10
Processos na BSM 0 14
Experiência pessoal 8/10 6/10
Esse ponto sempre depende muito da experiência pessoal de cada um pois os chamados a suporte sempre vem em momentos meio aleatórios. Minha experiência com atendimento no Inter sempre foi boa, mas vi gente reclamando em outra thread. Nunca precisei usar o atendimento online, tudo por telefone, sempre resolvi o problema na primeira chamada. Tempo máximo de espera foi uns 10min numa quarta-feira de meio-dia, que deve ser o pior horário para ligar. Com a Modal sempre tive uma experiência meio ruim, por telefone já fiquei 20min sem ser atendido, online às vezes conseguia resolver o problema às vezes não. Sinto que era bom, ficou ruim, e agora tem melhorado de novo, mas foi melhor com o Inter.
Tentando ser um pouco mais objetivo, a Modal tem nota 7 no ReclameAqui, com 10200 reclamações e o Inter 7.3 com 29500. A título de comparação a Clear tem nota 7.3 com 7900 reclamações, então sei lá. Na BSM, a Modal tem 14 processos, 1 terminado em acordo, e o resto improcedente ou não concluído. O Inter não tem nenhum processo indexado.

Conclusão

Para buy and hold não tem diferença. Economia mínima na corretagem, pequenas diferenças na interface e no operacional, com prós e contras em cada um. O que me motivou foi uma série de pequenos fatores: Possibilidade de operar no celular (não queria migrar para o Banco Modal por ter ouvido reclamações), percepção melhor do atendimento no Inter, economia na corretagem, ter tudo reunido (uso o Inter de banco), situação financeira melhor desse... Enfim, tirem suas próprias conclusões.
submitted by auser24 to investimentos [link] [comments]


2019.07.25 00:26 AntonioMachado [2001] Álvaro Cunhal - As seis características fundamentais de um partido comunista

Artigo: https://www.dorl.pcp.pt/images/classicos/ac_6caracteristicasdumpc.pdf
submitted by AntonioMachado to investigate_this [link] [comments]


2019.02.21 15:35 lastcall123 Alternativas a XP Investimentos?

Postando pela primeira vez aqui pessoal....
Mantenho conta na XP a uns bons três anos inicialmente fazendo só operações de tesouro direto e RF, conforme a confiança nos caras foi aumentando eu transferi minha previdência e acabei concentrando todas as minhas operações com eles.
De outubro pra cá comecei a fazer umas operações de FENCE porém na liquidação de uma delas um erro operacional fez com que fossem cobradas umas multas na minha conta.
O valor é pequeno (300 reais) porém a tratativa que foi dada ao assunto deixou muito a desejar. Segundo meu assessor a XP está com “problemas” no sistema e está demorando a realizar o estorno desse valor, eu particularmente acredito que a mudança de controle pro Itaú esteja começando a dar seus maus frutos e eles estejam dificultando a operação.
Isso fez com que eu perdesse a confiança neles e eu estou procurando uma outra corretora para concentrar os investimentos, tem que ter esse perfil de assessor dedicado e um grande leque de operações, RV, RF, COEs, CDBs de terceiros e previdencia privada.
Alguma sugestão?
submitted by lastcall123 to investimentos [link] [comments]


2018.12.12 10:53 auser24 Um pouco sobre especulação, bolsa de valores, e o mercado financeiro brasileiro, por alguém que atua na área

Trabalho em uma empresa que atua na bolsa de valores e porventura leio nesse subreddit ou ouço em meu ciclo social sobre especulação, alavancagem, taxação de dividendos, etc, muitas vezes comentários com uma ideia completamente errada de como essas coisas funcionam na prática. A fim de elucidar um pouco esses pontos segue uma explicação básica de como funciona, por dentro, o mercado financeiro brasileiro, mais especificamente a especulação e a distribuição de dividendos na bolsa de valores.
Antes de falar de especulação, uma distinção e algumas definições importantes: Antes de juntarem-se na atual B3, as bolsas brasileiras dividiam-se em BMF, Bovespa, e CETIP. Apesar de unidas, na prática são segmentos separados dentro da B3. A CETIP se encarrega de custódia e liquidação - ela guarda patrimônio e converte ele em moeda - enquanto a Bovespa é um mercado de ativos, e a BMF é um mercado de derivativos. A diferença é importante: Na Bovespa são negociadas ativos financeiros (ações) que nada mais são que participações societárias em empresas produtivas, com bens reais como máquinas e produtos, enquanto que na BMF são negociados derivativos - papéis, tais quais contratos futuros e opções. Um ativo é algo que tem valor intrínseco (tq. o percentual de uma empresa), enquanto que o valor de um derivativo, como o nome sugere, apenas deriva daquele de um ativo. Por exemplo, um contrato futuro de 100 sacas de café com vencimento em Janeiro de 2019, comprado hoje a R$800 a saca, se mantido até o vencimento, pode ser convertido fisicamente nas 100 sacas em Janeiro de 2019, independente se a saca custar R$80 ou R$8000 em Janeiro. O contrato em si não tem valor algum caso o preço se mantenha constante, a única coisa de valor real é o café (ativo físico). Caso seu preço suba, o detentor do contrato lucrou, caso desça, ele perdeu. Como você deve estar imaginando, não há caminhões de café trafegando pela B3 - a liquidação da maioria dos contratos futuros é financeira, isto é, se a saca subiu para R$8000 em Janeiro, ao invés de receber as sacas em si a um preço absurdamente baixo (os R$800 que pagou em Dezembro), o comprador meramente recebe a diferença depositada em sua conta.*
Essa é a diferença de suma importância entre ativos e derivativos, Bovespa e BMF: Naquela você adquire capital social - é sócio de uma empresa que produz - e nessa você realiza operações financeiras - transações bancárias entre traders, mediadas pela bolsa. A especulação financeira se dá quase que inteiramente com derivativos, em especial contratos futuros. Existe muita especulação na BMF, isso é fato. Agora, isso é algo ruim? Depende para quem. Para o especulador, obviamente depende da corretude de sua análise e de sua gerência de risco - isto é, o quanto ele se protegeu para eventuais perdas. Ele não é uma caricatura gorda de tophat que apenas ganha, nem um apostador compulsivo que apenas perde. Existe muito CPF (jargão para investidor pessoa física) que entra na bolsa sem estudo, sem proteção, ainda por cima alavancado, especula e joga fora suas economias. Existe ainda investidor institucional sério que adota a estratégia errada e leva fundos de investimento a falência. Myron Scholes, nobel em economia e autor de um dos modelos mais usados no mercado financeiro, perdeu 4.6 bilhões em 4 meses, levando seu fundo de investimentos à falência. Enquanto isso há CPFs disciplinados e com estudo que conseguem na consistência de seus negócios um complemento de renda, bem como fundos de investimento que estão aí há várias décadas e providenciam proteção da inflação com bônus para seus clientes, sejam eles CPFs ou grandes empresas. Em suma, para o especulador que comete erros crassos obviamente sua especulação foi ruim, enquanto que para o que tem um bom modelo e ganha consistentemente sua especulação é boa. Mas isso é problema - ou ganho - deles e dos clientes que optaram por arriscar com eles. Seguimos ao que importa ao resto do mundo, mais especificamente o resto do mercado (que não especula) e o resto da sociedade (que não investe na bolsa).
Para o resto do mercado - que afeta o resto da sociedade - a especulação providencia liquidez, o que é algo bom. Em outras palavras, especuladores negociando o tempo todo significa que a qualquer momento eles podem comprar e vender, pois haverá alguém na outra ponta. O que esses não-especuladores estão fazendo? Hedge, que é algo fundamental à cadeia produtiva. Pense em um industriário que acabou de contrair uma dívida em dólares ao comprar máquinas pra sua fábrica - se o vencimento de sua dívida é daqui 6 meses, e nesse meio tempo o dólar explodir para R$5, ele tem uma grande chance de falir. O que ele faz para se proteger dessa possibilidade? Ele compra contratos futuros de dólar. Caso o dólar de fato chegue a R$5, tudo que ele perdeu na dívida ele ganha no contrato futuro. Fica no azul, zero-a-zero. Se, por outro lado, o dólar cair majestosamente a R$2, tudo que ele perder no contrato futuro ele ganha na dívida. Vale notar aqui que os contratos tem liquidação diária - isto é, se o dólar desvalorizar 2% de hoje para amanhã, isso será descontado da conta do investidor de hoje para amanhã, não apenas no vencimento. O mesmo vale aqui para quem deseja proteger-se de uma safra desastrosa, no caso dos contratos agrícolas. Quanto ao resto da sociedade, a especulação é neutra. Se por um lado ela é essencial para o hedge do investidor do setor produtivo, por outro o especulador está movimentado dinheiro que de outra forma poderia estar sendo investido diretamente em algo produtivo.
Um parêntesis a ser feito aqui é sobre alavancagem. Muito se fala a respeito, mas nada mais é, no caso de CPFs, do que a corretora lhe deixar operar com mais dinheiro do que você tem, dando-lhe uma margem para perdas. Por exemplo, se você tem R$5 mil em conta, qualquer variação no preço do (deriv)ativo negociado não vai lhe proporcionar grandes lucros ou prejuízos. Uma variação de 1%, que é relativamente comum dentro de um dia, vai lhe proporcionar meros 50 reais, sobre os quais irão incidir diversas taxas e impostos. Se ao menos você tivesse R$50 mil, tal que esses 1% lhe dessem 500 reais... A corretora tem a solução: ela tem esse dinheiro, e conquanto que você não perca os R$5 mil que de fato tem em conta, ela te banca para operar R$50 mil. Variou 10% ela te tira da operação automaticamente e você acaba de perder R$5 mil. Daí nasce a alavancagem. Aqui vale o parêntesis de que a bolsa tem garantias de volatilidade - no dólar, p.e., a variação máxima dentro do dia é 6% (há vários mecanismos para não chegar nesse patamar em primeiro lugar) acima disso a negociação simplesmente é encerrada. Dito isso, a alavancagem é algo ruim? Aqui cabe a mesma análise da especulação: para quem opera alavancado, depende. Tanto o retorno como o risco são maiores - é um trade-off. Para o resto é neutro, e para a corretora é bom pois ela ganha sobre o volume financeiro.
Agora que realizamos a distinção entre os mercados da BMF e Bovespa podemos falar de dividendos. Dividendos são pagos sobre ações, ou seja, especuladores não ganham dividendos (até mesmo quem especula com ações faz day ou swing trade, isto é, vende no mesmo dia ou na mesma semana, não segurando por tempo o suficiente para recebê-los; esses são pagos algumas vezes ao ano, apenas). Dividendos não são, nem de longe, a principal fonte de lucro dos investidores. Repito: dividendos não é a fonte de renda de grandes investidores. A Apple, a maior empresa do mundo e uma das que mais providenciou lucro aos seus acionistas na história, de 1988 a 2012 jamais havia pago um centavo de dividendos. Enquanto isso, a cotação de suas ações subiu mais de 32000% no período (a inflação nos EUA ficou abaixo de 5% a.a. todo esse tempo). Todo o lucro que os acionistas da Apple receberam veio do crescimento da empresa - do re-investimento dos seus lucros em mais produção, consequente criação de riqueza e lucros ainda maiores. Lucros refletem na cotação (ações são ativos financeiros, possuem valor intrínseco), que significa mais dinheiro para os detentores das ações. Mas e as empresas que pagam dividendos? O maior dividend yield da bolsa brasileira em 2018 foi 10,3%, da Copel. Enquanto isso, o IBOV (índice que reflete as maiores, mas não necessariamente as melhores, empresas da bolsa) está fechando o ano em 18%, e ação que mais rendeu em 2018 - Unipar (UNIP4) - vem fechando o ano em 167%, seguida de LOGN3 em 157%, IRBR3 em 132%, CRPG5 em 125%, BIDI4 em 113%, e ELPL3 e MGLU3 em 105%.** Os maiores ganhos com dividendos estão uma ordem de magnitude abaixo dos maiores ganhos com a valorização das ações em si - isto é, reflexo do crescimento das empresas.
Para encerrar, uma pergunta que pode ter ficado na cabeça de alguns é: Após angariar recursos durante o IPO para investir no setor produtivo, o que as empresas - i.e. o setor produtivo da economia - ganha com toda essa negociação de ações? Por que ela paga R$39 mil + 0,005% do seu capital social todo ano para ser listada na bolsa (pense em capital social bilionário)? A resposta é simples: justamente por causa do IPO (e de ofertas secundárias, em que a empresa recompra ou vende mais do seu capital social mais tarde). Perceba que o preço da ação no IPO - e consequentemente o capital angariado para investimento - jamais seria perto do que é se não houvesse a possibilidade de negociação e lucro nesse mercado secundário. Como explicado, os proventos pagos pelas empresas não são a maior fonte de lucro - a cotação é! É precisamente por causa da possibilidade de lucrar com essa que investidores estão dispostos a participar em massa de um IPO em primeiro lugar, e é precisamente por causa dessa quantidade enorme de gente disposta a pagar para ser sócia de uma empresa que essas listam-se na bolsa (além do reconhecimento e confiança que ganham com isso). O Brasil tem um histórico pífio de empresas abrindo o capital, essa prática é muito mais comum nos EUA, onde o mercado secundário é, não coincidentemente, muito mais líquido (cerca de 61% dos adultos com mais de 32 anos tem ações nos EUA, enquanto que no Brasil o número não chega a 0,3% da população total - há mais presos do que investidores, no Brasil). A raison d'être do mercado secundário é o primário, e a do primário o secundário. Poético, não?
* Café é um dos poucos contratos futuros com liquidação física, i.e. você pode ir para SP retirar as sacas de café. Outro é o ouro a vista (OZ1, OZ2, e OZ3), em que você pode ou ir para SP retirar os lingotes ou pode optar pela liquidação financeira, em que a bolsa simplesmente deposita em sua conta o valor. Para mais detalhes sobre derivativos, como a diferença dos mercados futuros e a termo, vide este artigo. Para o básico do básico do mercado de opções, vide este.
** Exclui penny stocks como INEP3 e REDE3 e as com baixa ou nenhuma liquidez como CELP6 e ECPR3.
submitted by auser24 to brasil [link] [comments]


2018.05.12 15:22 forfun2413 Dúvida Fundo de Investimento em Ações

Bom dia, queridos! Estou pensando na ideia de investir em fundos de ações após algumas pesquisas que eu fiz e vi que meu perfil se encaixa em alguns tipos de fundos de ações que encontrei. Porém, tenho algumas dúvidas (idiotas) que não consigo achar uma resposta clara na internet do significado de alguns termos, tais quais:
1- Cotização Aplicação
2- Cotização Resgate
3- Liquidação Resgate
4- Taxa de Performance
Além do mais qual a opinião geral de vocês em relação a este tipo de investimento?
submitted by forfun2413 to investimentos [link] [comments]


2018.03.10 00:22 FederalBrilliant Minhas impressões após dois meses fazendo trades de criptomoedas.

Resolvi compartilhar com vocês minha experiência nesses últimos dois meses. Comecei a me interessar por criptomoedas por causa das notícias que estavam aparecendo na mídia e por que algumas pessoas do meu serviço estavam comprando também, então no dia 03 de janeiro eu já estava com um saldo de criptomoedas em uma exchange estrangeira (uma bolsa que negocia esses ativos). Eu entrei nesse mundo quando o bitcoin ainda estava bem inflado, então como o esperado o meu investimento começou a derreter ao longo de janeiro.Eu tinha comprado uma altcoin (criptos alternativas ao bitcoin) com o objetivo de hodl (esse e o termo que a comunidade usa para o ato de segurar a moeda e esperar valorizar). Mesmo com o saldo negativo considerei uma experiência no geral positiva por eu ter aprendido a fazer a compra de cryptos e ter me familiarizado com a exchange.
Como não tenho conhecimento para analisar a parte técnica do whitepaper (um documento que os criadores da cripto disponibilizam contendo o objetivo do projeto,como funciona , etc)eu resolvi me aventurar na parte de trade (comprar na baixa,vender na alta), eu já tinha tentado isso na bolsa quando as ações da jbs caíram , mas entrei em pânico e vendi no prejuízo (o que chamam de “Panic Sell”) ,então como podem imaginar , fiz cagada na minha primeira trade (comprei a cripto X que tinha já valorizado o que tinha para valorizar e estava em clara queda, daí pensei que ia aproveitar a oportunidade por que iria subir novamente, mas me enganei, inclusive até hoje ela não voltou para o preço que eu tinha comprado) e fiz outra Panic Sell .Nesse meio tempo eu já estava passando algumas horas pesquisando sobre esse universo em fóruns, reddit ,etc.Percebi que eu estava iniciando uma trade sem um objetivo específico (tipo em uma liquidação, comprava por que tava barato).Passei a tentar as trades baseadas em notícias que geralmente alavancam o preço da cripto (por exemplo, quando uma grande exchange começa a oferecer um determinado ativo, o preço tende a subir), mas sempre errava o timing. No meio das minhas pesquisas me deparei com um tópico em um fórum onde um desenvolvedor que estava divulgando o seu produto (um bot que automatiza trades), e no tópico ele estava explicando como o bot calculava o preço de compra e venda baseado no indicador Exponetial Moving Average, me interessei e comecei a pesquisar por outros meios de análise técnica além da abordagem fundamendalista que eu vinha adotando (acompanhar notícias,redes sociais ,eventos futuros, etc).No fim de janeiro eu adquiri o bot , mas não sei dizer se ele dá lucro ou não por que ainda não o coloquei para rodar (ele precisa ser configurado, e uma estratégia ruim vai ser apenas automatizada para rodar 24/7).No momento estou aprendendo o máximo que posso para conseguir comprar na baixa e vender na alta (e não o contrário como vinha fazendo), fiquei conhecendo sites como o trading view (onde consigo simular a configuração do bot antes de colocá-la pra rodar no mundo real), e grupos de telegram onde o pessoal compartilha alguma coisa que sabe. Não sei dizer se as criptomoedas irão se estabelecer ou irão sumir e absolutamente não aconselho esse tipo de investimento (apesar de tudo é um investimento, uma vez que se você tomar as decisões corretas você terá lucro), mas estar inserido nesse mundo é bem empolgante (uma notícia ruim pode derreter o que você tem por alguns dias mas se você acredita que o preço irá subir novamente é uma oportunidade para comprar o que novatos como eu vendem em um momento de pânico ) , então caso alguém aqui tenha alguma quantia que não se importa em perder recomendo a experiência.
submitted by FederalBrilliant to investimentos [link] [comments]


2018.02.09 02:56 AntonioMachado [2016] Victor Louro - A Floresta em Portugal. Um apelo à inquietação cívica

Livro não disponível online. Ver artigo de opinião ou palestra. Pontos a reter:
Veja-se a dificuldade que os economistas têm de considerar os investimentos florestais, ou as seguradoras para considerarem os seguros florestais: os períodos de tempo em silvicultura são de tal modo diferentes daqueles a que estão habituados nas suas atividades, que dificilmente raciocinam em torno das suas bases económico-financeiras para as atividades florestais. Mas o mesmo se verifica com outras atividades aparentemente mais próximas da silvicultura, como a agronomia. (28 e 29)
as exportações da autoeuropa são inferiores às das indústrias florestais (contribuindo menos de metade para a totalidade das exportações nacionais) e são conseguidas com uma quantidade de bens de origem portuguesa 9 pontos percentuais abaixo do sector florestal. Sendo uma empresa de alta tecnologia e capital-intensivo, emprega apenas 2,6% do número de pessoas empregadas nas indústrias florestais.
submitted by AntonioMachado to investigate_this [link] [comments]


2017.07.25 16:07 ykizbr [Analise] Investimentos que a XP está me sugerindo

Andei estudando sobre fundos e fui à corretora buscar ajuda; gostaria de saber o que vocês acham:
XP INFLAÇÃO FI RENDA FIXA LP
Aplicação Inicial Mínima: R$ 5.000,00
Movimentação Mínima: R$ 1.000,00
Taxa de Administração Aplicada: 0,6%
Taxa Máxima de Administração: 0,80% a.a.
Taxa de Performance: 20,00%
Aplicação: D+0
Resgate - Cotização: D+5 (úteis)
Resgate - Liquidação Financeira: D+6 (úteis)
XP REFERENCIADO FI RF DI CP
Aplicação Inicial Mínima: R$ 3.000,00
Movimentação Mínima: R$ 500,00
Taxa de Administração Aplicada: 0,40%
Taxa Máxima de Administração: 0,50% a.a.
Taxa de Performance: Não há
Aplicação: D+0
Resgate - Cotização: D+0
Resgate - Liquidação Financeira: D+0
Relatório no período de 20/07/2016 até 20/07/2017
Minha situação: procuro um investimento de baixo/médio risco, que permita aportes mensais de 500~1000 reais e boa liquidez.
Sugestões?
submitted by ykizbr to investimentos [link] [comments]


2015.07.29 10:11 kupfernikel Muito obrigado, Guido Mantega

Por Jose Renato "Jeca Master" Sampaio Lima
Eu sou mais você, Guido, e sua politica econômica, de sucesso, que visava o desenvolvimento do país. Durante sua gestão, não tivemos nenhuma crise econômica, conforme os números apresentados. Mas essa sua boa conduta no governo era um problema para a oposição e golpistas. Você tinha que sair para a volta da farra do ganho fácil e para a tomada do pré-sal da Petrobras.
Veja, Levy e Tombini, em um único mês, fizeram do país grande picadeiro. Levy na função de animador do circo, com piadas e deboches de você e da própria Dilma. Programa "Somebody love - A volta das viúvas de FHC". Por isso estão apoiados pela mídia nacional e inglesa.
Se fosse Itamar Presidente, a sua cabeça, Guido, jamais seria entregue em uma bandeja a pedido dos inimigos do Brasil.
Nós, os eleitores democraticamente vencedores, junto com você e com os sindicalistas, também recebemos um Não em 2015. Fomos despejados do governo. O programa do PT morreu. Paramos de sonhar e visualizamos o risco da volta da elite que dilapidadou o país desde a proclamação da República.
Os indicadores macroeconômicos do Brasil são positivos durante o seu período de anos de governo, e comparado com PSDB do período Fraga foram excelentes. Idem se comparados com EUA e Europa. Assim, a intolerância contra você está longe se ser natural ou gratuita.
Sabemos, austeridade fiscal não combina com medidas econômicas de saída de recessões e nunca foi adotada nos períodos anteriores de recuperação econômica.
Você sabe, Ministro da Fazenda e do BACEN louvado por banqueiros e com aprovação do FMI, americanos, Europa, da elite, somente se trabalhando contra a nação brasileira e focado em campanha de liquidação de patrimônio público.
Desde quando a Presidenta fez ouvidos do Mercadante, do Mercador e do Mercado Financeiro ela se mostra menor. Isso começou ainda no período de campanha eleitoral.
É duro, eu sei, você também não esperava no seu lugar um Executivo do Bradesco, sem período de Quarentena palpitando no BACEN. Da volta da ciranda financeira, das despesas de juros indexadas com inflação com mais de 50% de ganho real. E taxas básicas de juros muito acima da taxa de retorno operacional.
Taxas muito acima de outros países em crise econômica. País com mais de US$ 380 bi em moeda estrangeira. Credor líquido internacional. Sem dívida com FMI, no entanto prática para felicidade dos magnatas, taxa básica a mais elevada do planeta, aproximadamente 8.000 % acima da taxa do Fed, com 105% de relação dívida/ PIB, e por isso tem classificado com o rate AAA. E por isso Brasil corre o risco de perder o grau de investimento.
A volta da política de plantar mais inflação para gerar mais juros do período PSDB, isso não é pra você, isso é para quem compactua com prevaricação e improbidade administrativa.
Isso não é ajuste contábil. Isso não é pedalada.
Não existe Lei de Responsabilidade Financeira. Então isso é permitido pelo TCU, pelo Congresso financiado por empresários e banqueiros, pelo STF com cargo vitalicio, presente dos Congressistas, permitido incrivelmente pela nossa presidenta.
A música na mídia e dos tucanos é sempre a mesma de plantar a desgraça e culpar a incompetência petista. Repetir a mesma mentira até que vire um verdade.
Guido, a situação do Brasil neste ponto de Julho/2015, poderia ser comparada com aquele avião lotado, tomado para ser derrubado propositadamente. Levy e Tombini na posição do co-pilotos derrubadores. Dilma, fora de comando. Antes uma observadora.
Nunca antes na história desse país, um presidente defendeu programa de ministro que deliberadamente derruba o país .No lugar de almejar crescimento, deseja período de recessão, no lugar de máximo emprego sempre, quer o desemprego, no lugar de reduzir a meta de inflação para 2% aumenta de 4.5% para cavalar 10% ao ano.
Voce não iria concordar com esses desatinos. Tá fora por isso. Para não atrapalhar a tomada do pré-sal que foi decidido lá em 2010.
Guido, entendo seu desapontamento, outro problema foi você ajudar a trazer a taxa SELIC pela primeira vez a limite inferior de 7.2% a-a. com rendimento efetivo menor do que a caderneta de poupança. Deixou a elite raivosa, que quase quebrou o Unibanco.
Concordamos, ajuste fiscal e estagnação econômica é coisa tucana, não vão solucionar os problemas da economia. Inflação de preços administrados acaba quando encerrado o período de medição. Aumentos de taxas de juros SELIC e mais impostos só vão fazer nosso país retornar ao período de degradação econômica e social que antecedeu os governos do presidente Lula. Portanto, na contra-mão do projeto de desenvolvimento com justiça social e das políticas de crescimento , desoneração, justiça tributária, combinação necessária ao novo salto de desenvolvimento. Brasil, de tamanho continental, com a soma dos Estados brasileiros com suas riquezas minerais, incluindo petróleo, água em abundância, população ativa, baixa densidade demográfica, ansiosa por consumir, com safras recordes, mais bom nível de industrialização jamais poderia ter crise econômica.
Não sou Galvão Bueno, mas na cabeça da Dilma coração valente, a guerreira, ela poderia estar pensando: “que saudades dos tempos do Guido”. Era feliz e sabia. E se ela estivesse no comando, ela diria: volta Guidinho. E Lula deve estar se roendo porque, comparando com time de futebol, não se deve mexer em time que está ganhando, muito menos mudar jeito radicalmente de jogar. Mudança radical à direita, jamais !
Se fosse para dar um sangue novo no seu lugar, Guido, você sabe, deveria ser de um economista, e de reconhecida competência, alguem identificado com o programa no ciclo de 12 anos, que valorize e com foco nos interesses nacionais. Para buscar ainda mais desoneração até se chegar ao padrão internacional, que reduza o custo Brasil, com reflexo positivo para o crescimento da economia, melhora do caixa do governo, para se evitar novas pedaladas meramente contábeis. Medida para ajustar a taxa de câmbio para valor menos apreciado, bom da perspectiva da indústria nacional, de exportadores e da correção do custo da mão-de-obra, sem afetar a Renda Nacional e PIB em Reais.
Não tem como atender a dois Senhores. Ou segue a esperada cartilha do PT e do desenvolvimento do país e defesa dos interesses do país e da América Latina, ou volta para a cartilha tucana, do endividamento público, das concessões e da entrega dos recursos e da soberania do país, em favor dos interesses estrangeiros.
Paciência. Vamos batalhar outra chance de um governo, tal como do Lula, a favor dos interesses da maior parcela da população brasileira, que um dia há de ser o Povo.
Guido, você plantava esperança no lugar do medo. Muito obrigado.
submitted by kupfernikel to circojeca [link] [comments]


SELIC - Sistema Especial de Liquidação e Custódia CPA-10 - Sistemas de Liquidação e Custódia - Dicas Rapidas ... Guia Rico  Liquidação do Tesouro Direto LIQUIDAÇÃO NA BOLSA DE VALORES - YouTube Central de Custódia e Liquidação Financeira - CETIP ... Investimentos Digitais - YouTube COMO INVESTIR COM POUCO DINHEIRO EM 2020! (Para iniciantes ...

Prazo e liquidação: entenda o que acontece após comprar ou ...

  1. SELIC - Sistema Especial de Liquidação e Custódia
  2. CPA-10 - Sistemas de Liquidação e Custódia - Dicas Rapidas ...
  3. Guia Rico Liquidação do Tesouro Direto
  4. LIQUIDAÇÃO NA BOLSA DE VALORES - YouTube
  5. Central de Custódia e Liquidação Financeira - CETIP ...
  6. Investimentos Digitais - YouTube
  7. COMO INVESTIR COM POUCO DINHEIRO EM 2020! (Para iniciantes ...
  8. 04 Risco de Liquidação - YouTube

A liquidação financeira é a última etapa do processo de compra e venda de um ativo. Ou seja, quando você faz a compra do Tesouro Direto, leva 1 dia útil para a compra ser completamente ... CPA 20 Módulo 7 Olá, me chamo Edilson Lauro e sejam bem vindos ao Canal Investimentos Digitais, aqui é um canal de informação, vou dar dicas, análises sobre as principais m... Esse vídeo é produzido pelo site http://passarnacpa.com.br Caso queira ver o primeiro vídeo aqui vai o link https://youtu.be/emFIps2TBhU Nesse vídeo eu expli... Clique aqui para fazer parte da turma 8 do curso Do Mil ao Milhão: http://bit.ly/T8-PR-YT Abra sua conta na Rico: https://lp.rico.com.vc/lp/cadastre-se-primo... Bate papo sobre o SELIC - Sistema Especial de Liquidação e Custódia Gostou? Envie sugestões de temas e dúvidas para: Finanças 101 [email protected] ----- Hsia Hua Sheng Doutor e Mestre ... Apresentação da Isolada de Conhecimentos Bancários, lecionada pelo Professor Luiz Antônio de Carvalho, com foco em Concursos Públicos e Processos Seletivos d... COMO ENRIQUECER NA BOLSA - https://www.comoenriquecernabolsa.com.br GUIA DE AÇÕES DA BOLSA DE VALORES - https://www.guiadeacoes.com.br Como comprar ações na ...