Alemão pessoas

Coleção Alemão. Pessoas. Imigrantes. Japoneses by Acervo Digital Fotográfico FPMSC Coleção Alemão. Pessoas. Imigrantes. Japoneses by Acervo Digital Fotográfico FPMSC 1 2. This site uses cookies to improve your experience and to help show ads that are more relevant to your interests. Exemplos de uso para 'pessoas' em alemão Essas frases provêm de fontes externas e podem ser imprecisas. bab.la não é responsável por esse conteúdo. Portuguese Doro está fascinada com a cidade, o mercado e as pessoas que estão sempre a rir. Pacote de Alemão Completo de 52,40 € por apenas 39,95 € Curso de Alemão Básico : Aprenda o vocabulário básico (nível A1 + A2) com 1.300 palavras + 42 diálogos de conversação Centro de Exames do Goethe-Institut. Único na Paraíba com certificação Internacional. Seja qual for o seu motivo para aprender alemão: amor, estudo, trabalho, lazer ou viagem o Centro de Estudo Alemão é o seu parceiro, oferecendo diversos cursos e aulas de alemão de qualidade. Lernen Sie die Übersetzung für 'pessoas' in LEOs Português ⇔ Alemão Wörterbuch. Mit Flexionstabellen der verschiedenen Fälle und Zeiten Aussprache und relevante Diskussionen Kostenloser Vokabeltrainer O ministro da Saúde alemão foi insultado e cuspido por dezenas de pessoas, em Bergisch-Gladbach (Renânia do Norte-Vestfália), que se manifestavam contra as restrições impostas para conter a ...

Meu parceiro gringo rico me agrediu fisicamente e me jogou na cara que sou brasileiro prostituto

2020.09.21 12:02 Silverwxyz Meu parceiro gringo rico me agrediu fisicamente e me jogou na cara que sou brasileiro prostituto

Quem aí é pobre e gostaria de um príncipe encantado pra te tirar da miséria e viver num castelo… de preferência na Europa com um bom padrão de vida? Pois é, encontrei algo parecido (só que não). Quem procura esse tipo de coisa ou aceita entrar nessa talvez seja bom saber que muitas vezes a vida não é esse conto de fadas.
Resolvi tentar minha sorte na Europa, Itália. Sou professor de inglês formado, sempre fui independente, mas na Europa dificilmente contratam um brasileiro pra dar aulas de inglês. As escolas preferem falantes nativos dos EUA ou Inglaterra. Mesmo se eu tivesse 100 anos de cursos e experiência, nunca vou deixar de ser brasileiro, e a maioria das escolas nem pega o currículo. Minha formação não vale muita coisa na Europa. E o mercado pra dar aulas de português é quase inexistente.
Nisso eu conheci um cara, gostamos um do outro… fui morar com ele. Percebendo minha dificuldade pra encontrar bom trabalho, ganhando pouco, ele propôs pra eu trabalhar menos e voltar a estudar, fazer outra graduação. Detalhes: ele é rico e tem o dobro da minha idade, eu 30 e ele 60. Sim, eu prefiro homens maduros. Aí é que está o problema, aliás, vários problemas: nossa grande diferença de idade, classe social, minha nacionalidade considerada “inferior”, a fama da prostituição dos brasileiros…
Desde o início passei por várias situações desagradáveis… Alguns amigos dele me perguntaram na cara mesmo se sou prostituto brasileiro e se não estaria com ele por causa do dinheiro. Ele brigou com esses amigos por causa disso.
São muitos desafios manter uma relação assim. Já é difícil pelo fato de sermos dois homens, e com grande diferença de idade! Se ao menos ele tivesse uns 10 anos a menos, seria mais fácil eu apresentar pra minha família... Minha mãe jamais aceitaria eu estar com um homem mais velho que ela.
Algumas vezes tentei terminar a relação. Já estive prestes a sair de casa, ele não deixou e disse: “Termine seus estudos, eu gostaria muito de dar isso pra vc. Depois você vai embora e encontra alguém mais jovem que eu”. Na verdade desde os primeiros dias que nos conhecemos ele sempre tentou me comprar, com luxos, viagens, e já no início da nossa relação disse que não tem herdeiros e procura alguém mais jovem como eu pra deixar tudo. Várias vezes ele me pede pra gente ir assinar os papéis do casamento e herdarei tudo. Ele diz exatamente isso! Aliás, ele já disse que fez o testamento dele declarando que sou o herdeiro.
Eu e ele sempre fomos bons amigos, tivemos uma conexão forte, sem problemas na relação, algumas briguinhas cotidianas, nada de mais…
Um ponto negativo é que ele é abertamente racista. Costuma fazer comentários contra negros, e sempre que ele tem oportunidade ele faz piada com o fato de eu ser brasileiro, diz que venho da selva, de um país perigoso, subdesenvolvido, que faço vodu, macumba… Antes ele era casado com uma moça da Guiana e depois teve um namorado da Venezuela. Ele culpa a origem latino-americana dos ex-parceiros pelo temperamento difícil e comportamento “primitivo”. Ele gosta de pessoas mais jovens. Como seria numericamente mais difícil ele conseguir um jovem europeu que queira morar com um velho, ele tem o histórico de pegar jovens desfavorecidos do “terceiro mundo” pra ajudar a trabalhar e estudar, todos os relacionamentos dele foram assim. Ou seja, ele mostra toda sua riqueza, tenta impressionar, e depois teme que está sendo usado, comprando alguém, e nos conflitos acaba sendo racista e usando o poder financeiro pra dominar e inferiorizar.
Se eu não respeito alguma “etiqueta” ele diz: VC VEIO DA SELVA MAS AGORA ESTÁ NA EUROPA, PRECISA SABER SE COMPORTAR. Na verdade eu não me sentia ofendido, ele é alemão e eu apenas retrucava falando coisas negativas de alemães. Eram piadas de mal gosto que fazíamos um contra o outro… E como resposta eu beliscava os mamilos dele, ele odeia quando faço isso. Já era um costume nosso.
Mas essa simples besteira desencadeou um conflito. Há dois dias estávamos na rua, eu tremendo de frio, e ele fez piada: VOCÊ É UM ANIMAL DA SELVA MESMO. NÃO ESTÁ FRIO. Em resposta, belisquei o mamilo dele, e desta vez ele teve um ataque de fúria. Ele apertou meu braço com bastante força, arranhou, tirou sangue. Ele nunca tinha me atacado dessa forma. Fiquei bastante chateado e passei o resto do dia sem conversar com ele. No final do dia, mostrei pra ele os hematomas, isso não se faz. Começamos a brigar e daí ele já abriu a porteira, falou várias coisas racistas, e por fim disse que sou um prostituto. Estávamos prestes a nos atacar fisicamente, ele veio pra cima de mim pra me dar socos. Eu empurrei, fiz posição de defesa e disse: EU SOU MAIS FORTE QUE VOCÊ. SE VOCÊ OUSAR, EU QUEBRO SUA CARA E TIRO SANGUE DE VERDADE. Ele recuou, sentou-se na cama e ficou acuado ofegante, tremendo, vermelho.
Estamos juntos há 4 anos, sempre tivemos uma relação pacífica, sem grandes dramas, nada parecido com isso tinha acontecido entre nós, foi bastante extremo. Estamos sem conversar há 2 dias na mesma casa, desviando um do outro, está insuportável. Eu já fiz dois anos de curso, precisaria de mais um ou dois anos pra terminar. Na Itália é quase impossível trabalhar, se sustentar e estudar ao mesmo tempo, as aulas são em período integral, precisa de dedicação quase exclusiva.
O que vocês fariam?
Tentariam engolir tudo isso, tentar fazer as pazes e procurar terminar o curso, ter um sonhado diploma europeu. Ou desistir de tudo... achar qualquer emprego, qualquer lugar pra morar... Ou voltar pro Brasil nesse período de crise, sem dinheiro e sem muita perspectiva?
Enfim, pra quem leu até aqui fica a lição: tentem ser independentes, donos dos seus próprios narizes e liberdade. O risco de depender de alguém é sempre alto... mais cedo ou mais tarde podem jogar isso na sua cara.
...
Resumo: moro na Europa com um homem rico e mais velho que me deu oportunidade de estudar. Tivemos um atrito bobo que desencadeou um conflito, ele é racista, me chamou de prostituto brasileiro. Já fiz metade do curso. Não sei se engulo e tento terminar os estudos ou se desisto de tudo.
submitted by Silverwxyz to desabafos [link] [comments]


2020.09.13 21:22 Pacs_1 Propaganda e Coreia do Norte

Propaganda e Coreia do Norte

\"Together We Stand! : exemplo da propaganda no regime Juche\"

Eu sou um grande admirador da propaganda.


Acho muito interessante o conceito, em toda sua extensão. Sejam os comerciais do Dollynho ou do último candidato a prefeito, a propaganda, isto é a mídia de "propagação" de ideias, me traz um sentimento bem peculiar, ainda mais se comparado com outros tipos de mídia - livros, filmes, músicas.

Isso porque, enquanto ao ouvir um música, por exemplo, o conteúdo tem um fim próprio: a música serve o ato de ouvir a música, para ser ouvida. No caso de um jingle, o conteúdo tem um fim mais ambíguo. Sim, de certa forma há um fim musical no jingle do Eymael: é, francamente ,uma música do krl. Mas além disso, e talvez essa seja a razão do "charme", nós sabemos a REAL intenção dessa composição: converter a população para votar em um candidato da bancada cristã brasileira.

E essa ironia, de pensar que um compositor dedicou horas de trabalho para algo tão cínico, e, ao mesmo tempo, tão divertido e viral, tem um valor que deveria ser mais reconhecido.


♫ ♫ E N J O Y Y O U R S E L F ♫ ♫

Mas, não é apenas a dimensão E S T É T I C A e irônica da propaganda que me intriga. É sua dimensão política.

"Qual a diferença entre essas duas fotos?"



Foto A
Foto B
Uma resposta possível é que uma está em alemão e outra em inglês. Outra alternativa possível é que uma foi feita num estado totalitário e outro foi feito numa democracia liberal.

De qualquer forma, é evidente o que elas tem em comum:

As duas foram feitas em Estados capitalistas

Sim, isso mesmo. Sob perspectiva histórica, é indivisível a relação entre racismo e o surgimento das nações capitalistas (espero não estar contando nenhuma novidade aqui).

Mas vamos devagar, vamos analisar melhor esses dois exemplos e sua diferenças: a foto A, apesar de ser desconfortável em 2020, é ainda uma peça publicitária de um produto: o sabão em pó. A foto B, por outro lado, não está vendendo nada: é uma peça da propaganda Nazista.

Então, pode se dizer que, apesar de hoje percebemos uma mesma mensagem - a do racismo - as fotos tem funções diferentes. Uma serve o propósito de mercado, é sobre as condições materiais do capitalismo " Compre esse produto, ele é 'fun to wash' ". A outra é sobre ideologia, o modo de pensar do Nazifascismo.

"OK, OP. Mas por quê estamos perdendo tempo debatendo pôsteres feitos em meados do século passado? Assim, estamos no Brasil do Bolsonaro, centenas morrem todos os dias, o arroz está caro, dezenas de milhões afetados pela economia e vc me vem com textão sobre Vaporwave e Coreia do Norte? O q isso tem haver com o q estamos passando?"


Objetivamente, nada.

Mas é com esses exemplos que conseguimos entender a nossa situação.

Quando nós olhamos pra Coreia do Norte, nossa repulsa é instintiva: basta olhar a primeira foto desse post para perceber a sua função, e oq ela implica. É fácil olhar para esse país, tão peculiar, tão distante, tão fofocado e perceber a sua ideologia. É por isso que escolhi ele. Pq mostra como as pessoas podem ser manipuladas em outros modelos de sociedade.

A dificuldade, no entanto, está em fazer o mesmo para a sociedade em que crescemos. Quando fazemos a mesma análise, mas da nossa própria civilização ocidental, é fácil ficar perdido. Basta olhar paras as fotos A e B. Feitas em sociedades muito parecidos com a nossa, apenas em outro período histórico.

A triste realidade é que a nossa sociedade ( tanto Brasileira, como ocidental capitalista e democrática) tem muito mais haver com a Coreia do Norte do que gostaríamos de admitir. A nosso sociedade mata, exclui, propaga ideologia, concentra poder e idolatra de forma bem similar, quiçá de forma mais eficiente.

Entender os vieses e interesses da nossa sociedade é uma tarefa complexa. É, tal como a propaganda, lidar com ambiguidades. Mais do que isso, é entender o seguinte:

"Propaganda não é a mensagem em si, é o que a mensagem faz com seu inconsciente, como faz você se comportar na sociedade"

Ou seja, é perceber que existe uma coisa que regra e estrutura nossa sociedade; uma coisa, acima de tudo maleável e mutável.

E isso se chama ideologia.


Enfim, minha linha de raciocínio vai até aqui. Eu ainda não me decidi sobre oq ela exatamente é. Ela certamente existe, mas é difícil de compreender sozinho.

Por isso q esse post é uma discussão.

"Para vc, oq é ideologia?"
submitted by Pacs_1 to brasil [link] [comments]


2020.09.12 15:08 MosesCuhBeast Seferović a titular não é ideal, mas não é descabido. A minha opinião.

Surge hoje uma notícia na capa do Record que nos diz que Haris Seferović será o ponta-de-lança titular para o jogo contra o PAOK a contar para a 3ª eliminatória da UEFA Champions League. Como é que o jornal diário sabe isto? Não sei, por isso é melhor lê-lo com uma boa dose de ceticismo porque estas não-notícias repletas de futurismos servem somente para uma coisa - colocar as pessoas em especulações e discussões acesas, especialmente online. De qualquer das formas, vou enunciar algumas das razões que me levam a crer que Seferović não só é uma opção capaz para fazer o jogo a titular contra os gregos, como talvez até seja melhor que Carlos Vinícius - mas isso deixo à vossa interpretação.
Quero também realçar que não vou comentar a possível inclusão do Darwin no 11, muito devido ao pouco tempo de treino que teve para se preparar no sistema de Jorge Jesus.
O avançado suíço vai para a sua 4ª época ao serviço do Benfica, e somente em uma é que se afirmou como titular mostrando boa qualidade exibicional. Contudo, na totalidade do seu tempo na equipa encarnada tem mostrado deficiências ao nível de muitos atributos que são fulcrais para o sucesso de um ponta-de-lança. De forma sintetizada, o jogador tem um posicionamento ofensivo fraco e é encontrado em posição de fora-de-jogo múltiplas vezes, tem uma finalização muito inconsistente, conseguindo falhar oportunidades flagrantes com relativa frequência, e também fica aquém das expetativas quando dá apoios de costas para a baliza, com passes errados e perdas de posse.
Dito isto, até parece nem haver razões que justifiquem a titularidade de Haris Seferović no Benfica, especialmente num jogo de tremenda importância para o futuro imediato desportivo e financeiro do clube da Luz. Então em que é que se destaca o avançado helénico?
Consegue executar uma pressão mais uniforme, liderando a linha alta com qualidade, intensidade e maior duração que Vinícius. Não é por nada que Seferović é constantemente chamado e titular nos jogos da seleção suíça apesar de um output ofensivo medíocre. Um jogador com escola italiana e com passagem no futebol alemão traz mais-valias no capítulo da pressão ao adversário. Mede melhor as suas ações nesta fase do que Vinícius e demonstra uma certa liderança neste processo.
As suas desmarcações, apesar de ser muitas vezes apanhado em fora-de-jogo, podem ser disruptivas no meio da linha de 5 grega. Mesmo que alguns dos seus movimentos sejam desmedidos, podem causar grande interferência na organização defensiva do PAOK. Uma linha de 5 é mais difícil de coordenar do que uma linha de 4, portanto se o suíço conseguir, através das suas desmarcações, empurrar a linha defensiva aumentando a distância da mesma para a linha média grega, então haverá mais espaço para que os melhores finalizadores da equipa (Everton e Pizzi) se posicionem em zonas de finalização entrelinhas.
Regra geral, define melhor no último terço apesar de não ser dotado tecnicamente e no capítulo do passe. Especialmente nas zonas mais laterais, Haris define melhor que Vinícius com passes atrasados e cruzamentos tensos. Em 2018/19 teve uma média de 1.0 passes-decisivos por jogo, comparados aos 0.7 de Vinícius esta época que passou. É, por sua vez, mais participativo na segunda metade do campo com uma média total de 14 passes na metade adversária (18/19), comparados aos 6 de Vinícius (19/20). É crucial quando se joga contra uma linha de 5 defesas que o ponta-de-lança participe ativamente na manobra ofensiva, visto que é mais complicado criar situações de superioridade numérica, logo é necessário criar triangulações com participação do jogador mais avançado da equipa.
Com isto, quem acham que deve ser o ponta-de-lança titular na deslocação ao Estádio Toumba, contra o PAOK de Abel Ferreira?
submitted by MosesCuhBeast to benfica [link] [comments]


2020.08.29 11:43 BossGandalf Semelhanças entre o Partido Nazi e o Chega (um desabafo)

O partido Nazi (antes Partido dos trabalhadores Alemães) apelava diretamente ao orgulho do povo alemão, através de um discurso xenófobo, populista e autoritário. A classe operária, infeliz com a crise económica e culpando os judeus, acabou nas eleições de 1932 por tornar o partido Nazi a maior força política na Alemanha. Em 1933 o Hitler é eleito presidente e o que aconteceu a seguir já toda a gente sabe. Parece que em Portugal a classe média, média-baixa anda cega e está disposta a cometer o mesmo erro no nosso país. É lamentável. Óbvio que o socialismo não é perfeito. A corrupção por exemplo é uma das situações que me enoja. Mas não é com as falsas promessas do Sr. Ventura sobre o fim da corrupção e baixa dos impostos que vamos lá. Discursos populistas nos seus comícios e no seu twitter e medidas concretas zero. Os sinais estão todos lá: - Prometeu que iria exercer funções de exclusividade no Parlamento e até hoje continua a ser consultor de uma empresa com clientes sediados em paraísos fiscais;
- Diz que quer acabar com o número de deputados e ministérios no Parlamento para "acabar com a mama" mas entre os três partidos com deputado único, é o que mais assessores tem;
- Diz que vai diminuir os impostos sobre os rendimentos, mas é uma medida que só beneficia a classe alta, sendo a classe operária prejudicada;
- Quer privatizar a saúde e o ensino (mas como não foram medidas bem aceites nas legislaturas de 6 de Outubro de 2019, alterou o plano eleitoral do CHEGA e introduziu os famosos cheques-saúde e cheque-educação para permitir que cada parente possa decidir qual o melhor ensino para o seu filho, mas se analisarem bem a situação, o cheque ensino é só uma medida de conforto familiar para as classes média e altas e de financiamento público a privados, porque estas escolas irão a não continuar a estar ao alcance da classe baixa e média.
- Quer impor a ideologia Cristã tendo já publicamente pedido o apoio da igreja católica, sendo que um estado é e deve ser laico;
Questiono-me como é que as pessoas conseguem sequer equacionar um partido como o Chega e um homem como o Sr. Ventura para gerir o nosso país. Respeito as pessoas que se revêm nas ideologias de direita e na economia liberal, mas é preciso chegarem ao extremo, ao fascismo? Um desabafo sobre alguém que é da classe média e que está preocupada com o futuro de Portugal.
submitted by BossGandalf to portugal [link] [comments]


2020.08.27 19:41 futebolstats Médico da CBF diz que protocolo do futebol pode ter mudanças

O protocolo de saúde da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para realização dos campeonatos nacionais em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19) deverá sofrer novas alterações com o desenrolar das competições. Segundo o coordenador médico da entidade, Jorge Pagura, um balanço das três primeiras semanas de bola rolando será concluído após as partidas da última quarta-feira (26), que encerraram a quinta rodada da Série A.
“No protocolo, está colocado que ele pode ser modificado a qualquer momento. Então ele vai, sim, realmente sofrer modificações. A gente diz que ele é uma peça viva, é uma foto do momento. Mas ele pode ser modificado, sim, sempre para que melhoremos nosso controle, seja com evidências científicas muito bem pautadas ou até por alguma observação. Estamos avaliando diariamente tudo o que está acontecendo. E o que for necessário fazer para melhorar, nós vamos aprimorar esse protocolo quantas vezes forem necessárias”, afirma Pagura à Agência Brasil.
Os procedimentos já sofreram alterações em relação aos que antecediam os campeonatos. Após a primeira rodada das três divisões nacionais, o atraso na divulgação dos resultados dos exames do Goiás e os vários casos positivos em atletas relacionados para os jogos do fim de semana, levaram a CBF a estender os testes a todos os inscritos pelos clubes e definir novos prazos para envio dos diagnósticos: 24 horas para times mandantes, 12 horas antes da viagem no caso de visitantes. Além disso, por logística, as equipes passaram a poder optar por exames em laboratórios locais, ao invés do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, parceiro da confederação.
“Toda vez que é feito um protocolo, ele é pensado no maior número de pessoas que pode atender. À medida que as especificidades aparecem, esse protocolo pode ser adaptado”, avalia Raphael Einsfeld, médico do Esporte e coordenador do curso de Medicina do Centro Universitário São Camilo, à Agência Brasil.
Ele cita o caso em que quatro jogadores do Atlético-GO, que testaram positivo para o novo coronavírus, foram liberados para enfrentar o Flamengo no último dia 12. À Agência Brasil, o clube tinha informado que os atletas vinham sendo acompanhados, cumpriram a quarentena e não possuíam mais potencial de transmissão do vírus. A justificativa foi aceita pela CBF, baseada em uma normativa do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) do governo norte-americano, acatada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
“O CDC puxa uma revisão sistemática [método de pesquisa que reúne as melhores evidências atuais ou disponíveis] de Oxford. Eles descobriram que, após o oitavo dia de infecção, no indivíduo que está assintomático, não há mais replicação viral, apesar de o PCR vir positivo. O PCR pode vir positivo por muito tempo, porque ele detecta o RNA [material genético] do vírus. Não necessariamente o vírus, mas parte dele”, explica Einsfeld.

Controle de casos

Há uma semana, na Câmara dos Deputados, Pagura apresentou dados sobre os testes realizados até aquele momento. Segundo ele, antes de os torneios nacionais começarem, foram aplicados 1,3 mil exames, com 74 resultados positivos (5,69%). Já nos dias que antecederam a terceira rodada, os quase 1,5 mil testes registraram 16 contaminações para o vírus (cerca de 1%). Clubes como o CSA, na Série B, e o Imperatriz, na Série C, tiveram partidas adiadas devido a casos acumulados no elenco. Os alagoanos chegaram a ter 20 atletas afastados com covid-19. Os maranhenses, 14.
“O número [de infectados] não surpreendeu porque a prevalência espelha, mais ou menos, o que acontece no país. O que nos surpreendeu é que mais de 50% desses casos positivos vieram de cinco clubes”, diz o médico da CBF.
“Os clubes vão se adaptando, os jogadores entendendo melhor esse momento, que afeta a todos. Hoje, os atletas são testados quase duas vezes por semana. A logística atual de realização dos testes, que é descentralizada, facilita muito o controle e evita que partidas sejam canceladas e uma série de transtornos, que podem acontecer. Porém, achamos que, com a revisão dos protocolos, isso será ajustado com o tempo”, sustenta o consultor científico da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Carlos Starling.
Os próximos torneios a serem abarcados pelo protocolo são as séries D masculina, que inicia em setembro, e a A2 feminina, que recomeça em outubro. As competições seguirão as diretrizes atuais, mas, devido à realidade das divisões, que reúnem times de menor estrutura e condições financeiras, algumas adaptações podem ser feitas. “Eventualmente, a pesquisa de antígeno viral ou os exames do tipo Lamp [coleta pela saliva] podem ser opções. Estamos avaliando e ajustando o protocolo de acordo com a caraterística das equipes, sem diminuir em nada o grau de segurança”, diz Starling.

Modelo próprio

O protocolo da CBF não é exatamente unânime. No último dia 11, o Sindicato dos Atletas de São Paulo (Sapesp) enviou ofício à entidade pedindo mudanças, ameaçando entrar com ação e paralisar os campeonatos. À Agência Brasil, o presidente do sindicato, Rinaldo Martorelli, citou como exemplos que, a seu ver, poderiam ser adaptados à realidade brasileira, o Campeonato Alemão, com isolamento das delegações por até sete dias antes de cada partida, e a NBA, liga de basquete norte-americana, que reuniu atletas e comissões técnicas em uma bolha na Disney, para término da temporada.
Os médicos ouvidos pela Agência Brasil veem dificuldade de aplicação dos modelos por aqui. “Cada time [de futebol] tem, pelo menos, 42 pessoas escaladas [para um jogo]. Viagens, como faz? Não tem como não isolar o jogador, ele irá ao aeroporto, pegará voo, encontrará outras pessoas. No estádio, há muito mais pessoas envolvidas. Para um estádio funcionar, precisa de umas 100 pessoas. E a gente está falando de um campeonato que vai até março”, pondera Einsfeld, da São Camilo. “Não valeria a pena do ponto de vista financeiro e mental, e não traria qualquer diferença ou benefício, dado que a gente está fazendo a testagem de todo mundo com segurança antes do jogo”, completa.
Starling, da SBI, pensa de forma semelhante. “Temos que achar nosso próprio modelo de retorno, ou tentativa de retorno a uma normalidade. Acho, sim, que a experiência que tem sido desenvolvida aqui pode servir para inúmeros outros países e continentes, como o africano ou o asiático. O registro epidemiológico, as análises estatísticas e o segmento das análises genéticas virais vão gerar uma série de trabalhos científicos para um case nacional. É a expectativa que temos”, conclui.
O post Médico da CBF diz que protocolo do futebol pode ter mudanças apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/3b0hSF0
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.08.25 15:45 digodk Eu tive um sonho no começo de 2019

Brasil, 2021, Março

> Governo percebe o potencial nos comentários de parte do eleitorado e cria um novo esporte, a ginástica moral

Brasil, 2022, Maio

> País sedia a primeira competição internacional de ginástica moral e vence, a moral no país é alta, o que é muito bom em ano eleitoral

Outubro

> Governo Bolsonaro já eleito e com terceira reeleição já em vista
(o limite de dois termos foi extinto em 2020 pelo Moro, que defendeu que presidente pode ficar quanto tempo quiser desde que peça desculpas à constituição, STF disse que tudo bem desde que eles ganhem um aumento para cada termo a mais)

Novembro

> Copa do mundo Qatar
> Brasil oitavas de final
> Jogo contra Alemanha
> David Luiz é o técnico
> Um grande profissional que surpreendeu a todos
> Estuda começar uma campanha política para governador do Rio com o slogan “alegria para o povo”
> A campanha da seleção é fraca
> Os jogadores têm dificuldade em adaptar o tripé brasileiro de Churrasco, Cerveja e Futebol às leis do Qatar
> Resultado: Alemanha 7×2 Brasil
> Segundo gol de David Luiz que invadiu o campo aos 46 do segundo tempo, mas o VAR não registrou então o gol é válido
> VAR não viu quem fez o primeiro gol também, então entra um herói anônimo para história
> Galvão morre de infarto no jogo
> David chora, dessa vez pensando em sua campanha
> Mais um especial na televisão mostrando como a Alemanha treinou sua base de jogadores
> Mostram a Alemanha construindo hotéis no Qatar e no Brasil
> No Brasil, revoltas
> Governo deposto após a batalha de Juiz de Fora
> É permitido que Maia permaneça como presidente do congresso
> Temer assume como governo interino por determinação do STF
> Novas eleições, esperanças de renovação na política
> Muita discussão sobre quem e como deveria governar
> Sai a lista de candidatos
> Aécio
> Dilma
> Empatados nas pesquisas, é 2014 de novo
> O povo frustrado por ter que escolher entre um playboy e uma síndica de condomínio
> Acontece um levante por melhores candidatos
> Ocorre um evento com mais de 3 milhões confirmados no facebook: #novembrada
> Parte da população discorda e ocorre outro evento, o #nãovembrada
> Marina Silva, desaparecida desde 2019 reaparece para as primeiras eleições democráticas
> Revela que estava vivendo na selva como uma ninja indígena, protegendo as poucas terras que restaram para o seu povo e matando e prendendo capatazes de fazendeiros
> Especial no fantástico sobre isso
> Comoção nacional
> Pausa nas eleições para natal e ano novo

Brasil, 2023, Janeiro

> Segue eleições
> Disputando contra dois candidatos tradicionais, o calor de janeiro e a aproximação do carnaval, Marina é conclamada rainha do povo em primeiro turno, mas por um placar um pouco apertado
> Posse acontece em uma balsa no Solimões
> No discurso de posse, uma notícia
> Seu plano é contratar a Alemanha pra dar um jeito no Brasil
> Fortes resistências ao seu plano se revelam, porém em seu lado pesa o resultado da copa
> Por um lado, Marina negocia duramente até que os alemães concordam em realizar a obra a preço de tapioca
> Fortemente criticada pela oposição em casa, ela defende seu plano com maestria
> Marina ganha o apelido pelos desgostosos de Marionete Silva
> Povo defende ferozmente o novo projeto

Março

> Detalhes do plano são acertados
> A empresa das obras é selecionada por licitação
> Blumenau é a nova capital
> Casas Bahia anuncia mudança de nome para BuchtHaus
> Havan remove as estátuas de liberdade e coloca mini auschwitz

Abril

> Trabalhos começam e terminam com eficiência e carisma típicos alemães
> Pessoas comentam “Ich lieg’ gern im Gras und schau’ zum Himmel rauf!” (Eles até nos deram um estádio de brinde!)
> “Schaun die ganzen Wolken nicht lustig aus!” (E vão cobrar só 200 reais a entrada!)
> Porém, forte resistência na Alemanha
> “Wo ist der orangefarbene Fahrer?” (Como assim vão gastar dinheiro da Alemanha para investir no Brasil?)
> “Der Fahrer erscheint nicht, weil er schuld ist” (Absurdo!)
> Merkel se vê envolvida com diversas acusações

Agosto

> Alemanha em turbulência política
> No Brasil, acaba a euforia e as coisas começam a mudar
> Povo reclama da dificuldade em sonegar
> Alemão obrigatório e português opcional em todas as escolas

Setembro

> Logo a Alemanha começa a lançar atualizações
> Povo tem dificuldade em encontrar Brahma, Skol e Itaipava
> Agora as cervejas artesanais dominam o mercado
> A situação se torna insustentável
> Carnaval é cancelado no Brasil
> Prática de ginástica moral é proibida
> Feriados foram cortados pela metade
> Eficiência do trabalhador brasileiro sobe 130%
> Ninguém mais faz pausas desnecessárias no expediente
> Sertanejo, agora morto, é lembrado como uma ode à ineficiência e preguiça

Brasil, 2025, Janeiro

> Dois anos após o início do projeto, surge o movimento #NövemBradt como resistência à mudança
> Em contrapartida vem o movimento de apoio #NeimVemBradt
> Na Alemanha, problemas quando abrem os arquivos no BAD (Banco Alemão de Desenvolvimento)
> Descobrem que a Alemanha emprestou dinheiro para o Brasil em troca de exportação de políticos para o programa alemão Mehr Politiker
> A crise entre as nações começa a se instalar

Março

> Marina Silva resolve se anteceder a problemas
> Comunicado em rede nacional às 20 horas, horário de Rio Branco
> Dävid Luiz aparece ao fundo
> Em vista do clamor popular e da crise recente, ela decide…
> Pausa dramática
> O país está em suspense
> Todos olham para a tela...
> Marina denomina Oktoberfest como novo carnaval Brasileiro
> Um brado retumbante se ouve no país
> O começo de uma nova era de esperanças e alegrias para o povo
> Dävid chora “Esse é o país que eu quero” (o português passa a ser permitido novamente)
> Ginástica moral passa a ser o esporte nacional
> Aquele dia é proclamado como feriado nacional
> David é eleito governador nas próximas eleições com o slogan “Relativização para o povo”
submitted by digodk to brasil [link] [comments]


2020.08.18 18:04 comentario_relevante Muito obrigo Renan

Olá sou um comentario relevante, sou um usuário que de falo sobre minha opinião com críticas, soluções e comentários relevantes, hj eu vou falar sobre Renan Souzones, um homem sapucaiense nascido na município de Sapucaia no estado do Rio de Janeiro.
MINHA HISTÓRIA E CREDIBILIDADE COM O CANAL
Ei o acompanho a muito tempo, o seu primeiro video que eu assisti foi lançado em 28 de agosto de 2015, onde um homem humilde, magro que estava deixando a barba crescer, ele estava fazendo um video de um jogo, para mim desconhecido um jogo inspirado aparentemento em um assassinato em uma pizzaria americana chamada chuck and cheese onde um funcionario assasinou 4 pessoas,quando o estabelecimento estava fechado onde trabalhavam 6 sendo uma delas o assasino qua matou 4 funcionarios achando que tinha matado os seus 5 colegas de trabalho onde o sobrevivente se escondeu na cozinha onde chamou as autoriedades locais sendo testemunha em flagrante, bem eu acho que alguns já sabem o video que eu estou falando, o primeiro video de FNaF de Renan, bem esse Renan de 5 anos atras não sabia esse problema que estava criando...
O QUE FAZ ESSE CANAL ESPECIAL ?
Renan nesse video estava fazendo um video inspirado no criador de conteudo americano Matthew Patrick, conhecido popularmente como MatPat, com o objetivo de trazer esse conteudo para as pessoas que não falavam a língua inglesa, trazendo uma nova personalidade e significado para o video. Huestation sempre foi um canal de "gameplays da zoeira", mas não só isso Renan tinha personagens cativantes, como jerry um tigre astuto, que se estivese andando na rua, estaria atento para ver se tinha alguém o perseguindo para sair correndo com suas 4 patas, uma bola de basquete amerela, dislexica e vacilona (atualmente banida do morro de sapucaia), um pesquisador alemão com poucos conhecimentos sobre o brasil, costumes requintados, claro nosso rei de sapucaia, Renan Souzones um homem de superação que conseguiu subir na vida por causa de suas gameplays de qualidade personalidade carismática e atualmente seus patrocinadores como a roxx energy com o total de por volta de 1200 videos, que infelizmente foram ofuscados por 104 videos que eram apenas uma exceção no conteudo do canal e começou a crescer descontroladamente.
CONCLUSÃO
Renan acabou se deixando seu canal aos poucos virar apenas FNaF, Retirando o sentido do canal: um canal de gameplays da zoeira de jogos diversos, assim Renan decidiu dar uma repaginada em seu conteudo, retirando cada vez mais FNaF de sua programação, mas um grupo de pessoas simplismente torseu o seu nariz e se revoltou com o Renan, que falou sobre o seu canal era sobre gameplays da zoeira de jogos diversos, assim esse grupo virou um problema, chegando uma época onde os comentários eram apenas pessoas pedindo para o Renan jogar FNaF, como se o Renan tivese criado esse canal apenas para FNaF, agora o Renan praticamente retirou esses pessos de suas costas.
MINHA IDÉIA
Renan você poderia apagar seus videos de FNaF e criar um canal apenas de FNaF, sendo uma espécie de contensão para essas pessoas, assim alimentando essas pessoas com re-uploads, assim resolvendo seu problema.
AGRADECIMENTOS
Renan gostaria que você fosse o maior canal do Brasil, vc se esforça em tudo que vc faz, ver seus videos é rotina a anos para mim, se vc não tivese começado com FNaF eu nunca iria me aprofundar em jogos independentes e não conseguiria sair de uma antiga repressão. Ver que isso te custou muito me deixou com sentimento de culpa, então eu decidi tentar te ajudar assim como vc me ajudou Indiretamente quando eu precisava, tamo junto Renan.
submitted by comentario_relevante to HUEstation [link] [comments]


2020.07.28 04:12 assis96 Porque eu acredito que o Esperanto será a língua internacional do futuro

O Esperanto é uma língua artificial criada pelo médico oftamologista Lázaro Luiz Zamenhof e nascida no ano de 1887 pela publicação do livro "Internacia Lingvo". Zamenhof nasceu na cidade de Bialystok, atualmente na Polônia, mais especificamente próximo a fronteira onde hoje se encontra a Bielorrusia, Lituânia e Kaliningrado (território russo). Ele era judeu, seu pai era professor de alemão e francês, em razão do meio social e geográfico, desde pequeno conviveu com várias línguas: iídiche, russo, polonês, alemão, hebraico, francês. Lázaro tinha inclinação e facilidade em aprender línguas, cresceu em um ambiente onde problemas de comunicação, preconceito linguístico e étnico eram uma constante. Nesse contexto, sentiu-se impelido a buscar uma solução para esses conflitos por meio da criação de uma língua nova, neutra, fácil e democrática.
Apesar de eu não ser um falante do Esperanto, nem ter contacto com esperantistas, sei que há inúmeros estudos de conceituados linguistas que apresentam pontos tecnicamente favoráveis ao ensino e difusão do Esperanto como língua viável para ser adotada pela comunidade internacional. Se não fosse assim, ele não seria a língua planejada mais falada do mundo e a ONU nem teria recomendado em 1985 sua difusão entre seus países-membros. Esse artigo não visa apresentar a viabilidade do Esperanto do ponto de vista técnico linguístico, visa sim mostrar a possibilidade real da materialização do sonho esperantista no mundo tendo como base a História, a evolução da cultura ética-moral dos povos e a revelação espírita.
Antes de avançarmos na argumentação é preciso ter em conta que estou escrevendo em português, em uma rede social relativamente popular no mundo ocidental e em um canal de comunicação onde o inglês é dominante. Bem provável, os leitores desse artigo podem ser caracterizados como pessoas esquisitas (em inglês WEIRD, sigla em referência a pessoas western, educated, industrialized, rich and democratic) que não retratam a ampla realidade social do mundo. Inevitavelmente sou ocidental, tenho acesso a educação superior, estou integrado em uma sociedade industrializada e nativo brasileiro, apesar dos pesares, um país rico e ainda democrático. A verdade é que não conhecemos de fato o mundo todo, o que a gente pensa que sabe do mundo é muito pouco e extremamente deturpado do que realmente é o nosso planeta. Por mais que tenhamos acesso a internet e programas que falem como é a vida dos outros povos e países, não podemos dizer que sabemos com propriedade como é a vida e cultura dos outros povos e países. O mundo é bem mais complexo e diverso do que a gente imagina, são inúmeras religiões, tradições, línguas, climas, histórias, economias, políticas, filosofias, etc. Queremos refletir sobre uma língua que se aplique no mundo como um todo e não apenas no lado ocidental, para pessoas WEIRD.
Agora posso começar a explicar "Porque eu acredito que o Esperanto será a língua internacional do futuro". Primeiro, vamos nos basear na História, hoje a língua internacional é o inglês, mas em outras épocas poderíamos considerar o latim e o grego. O paradigma materialista econômico aceito pela maioria dos homens permite a qualquer país ou nação que se tornar mais influente, mais forte e dominante, submeter as demais nações ao julgo de sua cultura e consequentemente de sua língua. É claro que o mundo nunca antes em sua História esteve tão globalizado e internacionalizado como nos dias de hoje, nesta singularidade dos nossos tempos são as nações de língua inglesa as detentoras de grande poder na política mundial, por isso o inglês está sendo a língua internacional mais forte e em melhor opção para se estabelecer em definitivo como língua global. Todavia, precisamos ampliar nossa visão de tempo e aprender com a História. Não podemos pensar no futuro considerando apenas os últimos 150 anos de glória das nações anglo-saxãs. Por mais que estes últimos 150 anos de nossa história sejam os mais intensos e impactantes no globo como um todo, o futuro ainda está em aberto, rapidamente pode ocorrer uma inusitada mudança de ordem política-econômica-cultural.
Se voltássemos no tempo há 2000 anos e discutíssemos sobre qual seria a língua internacional do futuro, um cidadão do império romano muito provavelmente não diria ser o Inglês. Quem visse o império romano de dois milênios atrás dificilmente poderia imaginar que hoje ele estaria em ruínas. Por que não poderíamos aplicar esse exemplo nos dias de hoje? Todos os impérios que passaram pelo planeta tiveram seu tempo de nascer, crescer, atingir um ápice, declinar e morrer. O império consolidado pelas línguas inglesas seriam uma exceção? Uma língua que se propõe a ser duradoura e "universal" deve se associar ao mundo das ideias primeiro antes do mundo físico. O mundo físico é transitório, efêmero, está em constante mudança. O mundo das ideias é imperecível, você pode matar um homem, mas não consegue matar uma ideia. Foi essa essência ideológica forte que fez o cristianismo se estabelecer hoje a religião com maior número de adeptos no mundo. Eu comparo os esperantistas de hoje como os cristãos do século II, 133 anos depois da morte de Jesus de Nazaré na cruz. No século II, poucas pessoas levavam o cristianismo a sério, ele era uma minoria, a maioria dos homens e nações de fama do século II não apostariam nas imensas proporções e desdobramentos que o cristianismo seria capaz de acarretar no futuro da humanidade. Por que hoje, no segundo século do nascimento do Esperanto poderíamos duvidar do potencial dessa nova ideologia?
Lembramos do cristianismo e agora para ilustrar o problema da evolução ética-moral da cultura dos povos, vamos pensar na cultura Islã. Não podemos pensar no mundo ignorando a cultura do islamismo, os muçulmanos são tão expressivos numericamente quanto os cristãos, há projeções estatísticas que indicam uma ultrapassagem do Islã ao cristianismo em número de adeptos até o fim deste século. O Islã tem preferência pelo idioma árabe, isso em virtude do Alcorão, seu livro sagrado, ter sido revelado pelo profeta Maomé em árabe e também pela beleza sonora de se ouvir a declamação dos textos contidos no Alcorão no idioma original. A cultura dos países de predomínio muçulmano também possui forte influência do idioma árabe. Muito dos valores morais dos países de predomínio do idioma inglês são bem diferentes e até mesmo antagônico aos valores morais da cultura árabe, sem falar dos recorrentes conflitos políticos entre as nações desses dois mundos linguísticos diferentes. Sabendo dessas hostilidades históricas, da expansão de ambas as culturas, como conciliar por parte dos muçulmanos a supremacia internacional do inglês ao árabe ou vice-versa?
A evolução ética-moral da cultura dos povos mostra que século após século o homem avança um pouco mais no desenvolvimento de suas leis, de seus costumes, de seus conhecimentos e culturas. A Declaração do Direito dos Homens é um exemplo, a valorização das mulheres e o combate ao preconceito racista outro exemplo de avanço da mentalidade humana. A evolução do conceito de Justiça é a alavanca ética-moral dos povos e com base nessa ideia o Esperanto ganha força e tem destino promissor. O Esperanto não é apenas uma língua planejada, o Esperanto representa uma filosofia, um modo de pensar, um estilo de vida que tem como objetivo principal não ter supremacia em relação a outras filosofias, línguas e estilos de vida, mas sim colaborar com a fraternidade entre os povos e nações do mundo todo por meio de uma comunicação em língua neutra. Muitos podem dizer que a língua Inglês, ou qualquer outra língua, também busca colaborar com a paz na Terra e fraternidade entre os homens, não duvido dessa intenção, mas há um problema intrínseco nessa boa intenção que fere o conceito de orgulho dos homens e quando o orgulho dos homens é ferido dificilmente há fraternidade. Todos nós temos orgulho, querendo ou não, não gostamos de nos sentir ou pensar que valemos menos do que os outros, na verdade os seres humanos não devem ser vistos como inferiores ou superiores uns aos outros, mas sim como seres únicos, como "fim em si mesmo" nos dizeres do filósofo Kant. Da mesma forma vejo as línguas, elas também expressam os indivíduos e povos, cada língua deve ser vista como um "fim em si mesmo". O Esperanto não fere a dignidade de nenhum povo justamente porque ele não está associado a nenhum povo ou país em específico, o Esperanto é mais despersonalizado, mais neutro do que qualquer outra língua, por isso poderia melhor colaborar com a fraternidade entre os homens.
Por fim, mas não menos importante, ressaltamos o caráter da revelação espírita em aprovação e consonância com a difusão do Esperanto. Sem pretensões, posso dizer que tenho um pouco mais de conhecimento de causa do Espiritismo, afinal nasci e cresci em família espírita e também sou bem integrado ao movimento espírita de minha cidade. Emmanuel, um dos principais espíritos responsáveis pela divulgação do Espiritismo no Brasil, juntamente com o médium Chico Xavier, em várias mensagens reforça o valor do Esperanto e incentiva seu estudo. Não só Emmanuel, mas vários outros espíritos nobres por meio de diversos médiuns respeitáveis dos mais variados lugares do mundo e em vários momentos diferentes desde o nascimento do Esperanto em 1887 são coerentes em acreditar no projeto esperantistas para solução dos problemas de comunicação entre os povos.
O Espiritismo defende a ideia da evolução moral e espiritual do planeta Terra, atualmente viveríamos em período de transição entre duas fases claramente distintas, de maneira geral, estaríamos saindo do estágio de mundo de provas e expiações (onde há predominância do mal sobre o bem) para o estágio de mundo de regeneração (onde o homem teria mais consciência da necessidade de viver a fraternidade). O Espiritismo diz que nesse terceiro milênio a humanidade estaria predestinada a viver a sua regeneração e, para tal período, os espíritos responsáveis pela condução deste processo já teriam definido e legitimado o Esperanto como a língua do estágio de regeneração. Mesmo havendo espíritas encarnados que não levem a sério o Esperanto, muitos inclusive gostariam que houvesse uma retratação por parte das instituições espíritas que defendem a difusão do Esperanto, a contragosto os espíritos desencarnados guias do Espiritismo continuam acreditando e convocando os homens ao ideal esperantistas de fraternidade. Em síntese, esses espíritos superiores dizem que não é conveniente para o período de regeneração da Terra a apropriação de um idioma (inglês, por exemplo) contaminado por impressões deletérias desagregadoras devido o seu uso em ações de domínio cultural, político e econômico. Esses guias da humanidade, mereceriam nossa consideração em razão de possuírem uma visão liberta da transitoriedade do mundo material, mais ampla e nítida da realidade dos fatos, diferente de nós, encarnados, que temos a visão embotada pelos preconceitos.
Enfim, diante do exposto, digo com tranquilidade, com segurança e esperança: O Esperanto será a língua internacional do futuro! Digo isso não porquê sou espírita e os espíritos também acreditarem nisso. Digo isso porquê vejo lógica e razão em acreditar nisso. Quando será esse futuro? Isso não sou capaz de precisar, mas arriscaria dizer que esse futuro seja daqui uns 200 anos, quem sabe? 200 anos na história da humanidade é logo ali.
submitted by assis96 to Esperanto [link] [comments]


2020.07.26 13:24 b34b472 Sou uma pessoa fracassada?

Já estou com 25 anos de idade, fiz faculdade de Administração de empresas e me arrependo, onde morei nunca consegui um emprego, juntei dinheiro e vim morar na Alemanha. Por enquanto ainda estou aprendendo alemão e trabalhando em trabalhos na área da produção, geralmente como assistente. Fico tentando pensar a maior parte do tempo "como me dar bem?" O que eu poderia fazer pra finalmente ter um bom trampo? (claro que trabalhando em produção na Alemanha eu tenho muito mais dinheiro do que tive em qualquer emprego que eu consegui ter no Brasil). O negócio é que : eu nunca fui tão inteligente ou tive talento pra nada, vir pra cá foi a maior conquista que tive, mas tem algo que eu possa fazer pra melhorar? Já pensei em mil coisas mas parece que nada me interessa, parece que não tenho paixão por coisa alguma, e sinto que já estou velha demais pra conseguir conquistar qualquer coisa na vida, eu vejo pessoas que tiveram um golpe de sorte ou um bom planejamento e que acabaram de dando muito bem e sinto que estou ficando pra trás, e cansada de lutar e me sinto fracassada...bem, é só um desabafo...
submitted by b34b472 to desabafos [link] [comments]


2020.07.25 04:25 YatoToshiro Ultradimension Games #5 - Mary Skelter: Nightmares


https://preview.redd.it/xsua9t31zwc51.jpg?width=510&format=pjpg&auto=webp&s=24b2edee77b99f21bd5d793593d77df9d33b5d6a
Alice: Alice é membro das Blood Maidens. Nascida como uma Blood Maiden, Alice era capaz de matar Marchens com apenas as mãos nuas em tenra idade. Devido a essa habilidade e ao fato de seus olhos mudarem de cor quando ela é exposta ao sangue de Marchen, ela foi rotulada como um monstro e foi temida e abusada por seus colegas. Depois que Jack a protegeu de seus atormentadores, Alice formou um forte apego a ele. Quando Marchens atacou sua vila, Alice e Jack foram capturados e presos na área das ruas da cidade na cadeia.
Bom ela é a Protagonista do jogo então falar dela é spoiler.
Red Riding Hood Red Riding Hood é o primeiro e líder das Blood Maidens.
Ela é uma garota de sangue quente que corre pela prisão para cumprir sua missão, como demonstrado quando ela sai para salvar Alice. Devido ao seu comportamento ardente, porém imprudente, as pessoas ao seu redor às vezes entram em pânico.
Ela gosta de Jack por ter a coragem de enfrentar os habitantes de Jail e gosta de ter alguém para manipular.
Sua libido de sangue a inclina a usar algo sobre a cabeça. Ela se sente desconfortável com a ideia de que seu capuz seja rasgado ou arranhado e, se precisar removê-lo por razões como limpeza, sua frente confiante se deteriorará rapidamente.
Gretel: Uma jovem curiosa, mas o que não lhe interessa, encontra falta de emoção. Ela tem o hábito de falar sem visões morais.
Ela parece ter interesse em Jack, vendo-o como uma pessoa de boa índole. Por não ter bom senso, ela diz coisas que fazem até as Donzelas de Sangue se encolherem, mas ela parece bem com isso, e pode até gostar das reações deles.
Relacionamentos: Hansel: Hansel é seu irmão e o protetor de sua casa na área do dormitório. Embora ela não seja excessivamente expressiva do relacionamento deles, ela se sente genuinamente triste com a morte dele, a ponto de quase entrar no Blood Skelter.
Jack: Jack é um indivíduo incomumente gentil. Isso interessa a Gretel, pois ele relutou em lutar com Hansel com a revelação de seu relacionamento e a inteligência de Hansel. Ele também é um bom sujeito de teste sempre que ela tem uma poção ou experimento.
Alice: Enquanto Gretel vê Alice como uma camarada em "perceber o mundo com lógica" em oposição ao resto do "pensamento baseado em emoções" da Equipe Sangrenta, os dois frequentemente discutem, principalmente quando os valores de Gretel se chocam com o senso comum da sociedade.
Rapunzel: Rapunzel é frequentemente visto com algum tipo de comida, mas Gretel sempre parece seguir sempre que o primeiro tem doces de qualquer tipo. Gretel tem o hábito de encarar Rapunzel para forçá-la a comer doces.
Sleeping Beauty: A Sleeping Beauty é um membro das Blood Maidens, a irmã mais nova de Thumbelina e Snow White e aquele com o comportamento mais embaraçoso. Mais frequentemente, suas ações e comportamentos sem objetivo confundem Jack sem fim. Apesar disso, ela oferece a mão (e a extensão, os seios) a Jack quando ele precisa de ajuda. Ela raramente fala com palavras, freqüentemente balançando ou acenando com a cabeça em resposta ao que os outros dizem. No entanto, quando ela fala, sua voz soa sonolenta.
Snow White: É um membro das Blood Maidens e a irmã do meio de Thumbelina e Sleeping Beauty. Ela é uma pessoa gentil, tratando frequentemente as pessoas ao seu redor com a maior compaixão e cuidado. Ela fala com Jack - que geralmente está preocupado com as outras garotas - de uma maneira gentil e tenta ajudá-lo a realizar suas tarefas. No entanto, devido à sua natureza desajeitada, as coisas nem sempre correm como o planejado.
Por alguma razão, seja por sua falta de autoconfiança ou por causa e efeitos, ela tem medo de se olhar no espelho.
Thumbelina Thumbelina é membro das Blood Maidens e a irmã mais velha de Sleeping Beauty e Snow White. Ela se orgulha de ser a mais velha do grupo, muitas vezes sendo rigorosa com Jack e repreendendo-o. Mesmo nos momentos em que Jack realiza uma tarefa ou faz algo meritório, ela não pode elogiá-lo, o que faz com que ela pareça tímida às vezes.
Thumbelina pode ser melhor descrita como uma "tsundere", ou alguém que tende a se movimentar entre uma frente hostil e uma gentil, principalmente no que diz respeito a expressar qualquer tipo de sentimentos afetuosos.
Sua libido no sangue se manifesta como uma inclinação para se enroscar em um espaço pequeno por várias razões, do mal ao medo. Geralmente o primeiro, como sua personalidade tsundere resulta em ela ser incapaz de expressar seus sentimentos ou até mesmo colocar o pé na boca.
Relacionamentos Sleeping Beauty e Snow White: Como a mais velha das irmãs, Thumbelina se sente obrigada a mostrar seu melhor exemplo para que elas e todos os outros vejam.
Red Riding Hood: Embora a RRH possa ter a antiguidade como uma Blood Maiden do Amanhecer, Thumbelina se orgulha de ser a mais velha cronologicamente. Embora ela não se importe com a RRH por ser a irmã mais velha da Equipe de Sangue ou algo assim, ela não vai segurar a língua de alguém com antiguidade.
Jack: Como o único homem da equipe de sangue e um ativo valioso para evitar Blood Skelter, apesar de sua falta de capacidade de combate, Thumbelina tem alguns sentimentos confusos em relação a ter Jack por perto. A maior parte disso decorre de como Jack sempre parece entrar nas situações mais embaraçosas com as outras Donzelas de Sangue, embora ela fique particularmente irritada quando são suas irmãs que acabam nesse momento.
Rapunzel: Rapunzel é o membro mais jovem das Blood Maidens e é conhecida por suas longas tranças loiras. Ao encontrar Jack, ela assume que ele é a ração de emergência do grupo e passa a roê-lo. Apesar disso, Jack passa a cuidar dela e brincar com ela, fortalecendo ainda mais o vínculo deles.
O lugar favorito de Rapunzel para dormir é no peito da Bela Adormecida, com quem ela costuma ser vista dormindo.
Kaguya: Kaguya é um membro das Blood Maidens e é conhecida por sua atitude preguiçosa. Devido à sua personalidade letárgica, ela constantemente se esconde no quarto. Ela também monta um grande veículo chamado "Bamboo No.1" como um meio de se mover e lutar. Apesar disso, ela mal move seu próprio corpo e não luta até que suas demandas sejam atendidas.
Ela é magra por ser uma pessoa que não faz nada, mas suas roupas escondem uma figura significativamente dotada, para grande desgosto de garotas como Alice e Thumbelina.
Apesar de seu comportamento preguiçoso, ela pode - ou não - ter a capacidade de liberar o "Truant Seven Tools" de sua saia.
Sua imensa preguiça e fixação em tesouros é provavelmente o resultado de sua libido no sangue.
Jack: Jack é o principal protagonista de Mary Skelter: Nightmares. Ele é um Blood Youth, capaz de utilizar seu sangue para reverter os efeitos do sangue de Marchen nas Blood Maidens.
Jack é gentil, mas tímido, quase um capacho quando se trata de interações como as de Kaguya ou Thumbelina. Ele é propenso a crises de autodepreciação devido à sua falta de capacidade de contribuir para os esforços de Dawn. Há momentos em que ele se sente exasperado ou até um pouco irritado, principalmente quando se envolve em discussões entre as Donzelas de Sangue.
A libido de sangue de Jack se manifesta como um desejo de escalar lugares altos, o que no jogo se torna um desejo de subir a cadeia. Comparado com as outras Donzelas, essa Libido de Sangue não afeta abertamente a personalidade de Jack.
O comportamento prestativo e gentil de Jack permanece até como um pesadelo, embora isso seja parcialmente frustrado por sua aparência e seu discurso agora diminuído. Isso parece estar em desacordo com a sua natureza como um pesadelo, onde toda batalha é uma luta para Jack evitar atacar tudo. Enquanto as outras Donzelas de Sangue e personagens podem entender parcialmente seus murmúrios, apenas Otsuu parece ser capaz de entender o contexto completo do que Jack tenta dizer.
Jack parece ter se tornado um pouco confuso desde que se tornou um Pesadelo, ocasionalmente saindo da festa para pegar itens aleatórios, embora isso às vezes resulte em presentes que as Donzelas de Sangue desfrutam.
Relacionamentos: Alice: Após a infância e prisão em comum, Alice passou a ver Jack como mais ou menos o único motivo para continuar vivendo, quanto mais lutar por Dawn. Ela mostra uma tendência a se defender imediatamente quando os outros o atacam por várias ocorrências, exceto quando ela se envolve em uma discussão e Jack passa. Então ela insiste que Jack fique do lado dela da questão. Se Jack for ferido ou sequestrado, Alice será a primeira a ajudá-lo, para o bem e para o mal.
Red Riding Hood: Ela vê Jack como um irmão mais novo com algumas tripas sérias para desafiá-lo na Cadeia, embora ela acredite que ele tem o hábito de se meter em problemas.
Thumbelina: As relações de Thumbelina com Jack são um pouco complicadas, dado o grande número de vezes que ela testemunhou Jack no que pode ser descrito como eventos de "tarado sortudo" e sua propensão a (inadvertidamente) seduzir garotas. Ela admite que Jack tem seus momentos confiáveis.
Kaguya: Kaguya é inicialmente neutra para Jack, na melhor das hipóteses, dada sua falta de inclinação em relação a qualquer tipo de esforço ou interação social. Mais tarde, ele evolui (?) Para Kaguya vendo Jack como uma espécie de criado de plantão.
Gretel: Gretel vê Jack como um garoto extraordinariamente gentil, dada sua relutância em lutar contra Hansel. Ele também é um bom sujeito de teste sempre que ela tem uma hipótese ou poção para experimentar.
Rapunzel: Como a pessoa que alimenta seus doces, Rapunzel vê Jack como uma boa pessoa que lhe dá comida saborosa.
Hameln: Como a pessoa preciosa de sua "senhora" Alice, Hameln vê Jack como alguém que precisa de proteção.
Hameln: Hameln é impetuosa e barulhenta, referindo-se a si mesma como o Rei Demônio, embora seu insulto ocasionalmente atrapalhe suas palavras. Por alguma razão, ela se apega a Alice, chamando-a de "senhora" e cumprindo suas palavras com obediência gaguejante.
Hameln é mais ou menos um "personagem secreto", mas ela é obrigada a obter o True Ending para este jogo. Primeiro, Jack precisa fazer o Mary Gun Reverser, dando um motor hidráulico chique a Haru. Este evento está disponível apenas quando todas as Donzelas de Sangue baseadas no enredo tiverem sido recrutadas. Em seguida, o jogador deve ir a um ponto do evento que aparece na Área 3 das Ruas da Cidade. Isso leva à área da Caverna Subterrânea.
Ao entrar na caverna subterrânea, Hameln fica na entrada, sem vontade de sair do caminho. A festa percebe seus olhos rosados e tenta diplomacia, mas ela permanece calada e ataca. Depois de derrotá-la, Hameln não acredita na sua perda antes de se apresentar. Um breve argumento segue antes que Hameln se acalme rapidamente, depois responde às perguntas da festa dizendo que não há núcleos ou Pesadelos aqui. Gretel leva um momento para mexer com Hameln antes de ser parado por Alice. Hameln então declara que se tornará amiga de todos por uma questão de proteger Alice e se junta à festa.
_________________________________________________________ Curiosidades: Apesar disso ser OBVIO vou falar agora as referencias das personagens. Jack = João e o Pé de Feijão. Alice = Alice no País das Maravilhas Red Riding Hood = Chapeuzinho Vermelho Sleeping Beauty = Bela Dormecida Snow White = Branca de Neve Thumbelina = A Polegarzinha Gretel = Maria. No Brasil = João e Maria. Alemanha = Hansel und Gretel A versão Original de João e Maria.
Kaguya = Princesa Kaguya em Conto do Cortador de Bambu. Uma narrativa popular japonesa do século X,
Hameln = Hamelin (em alemão: Hameln) é uma cidade da Alemanha no estado de Baixa Saxônia (Niedersachsen), capital do distrito de Hamelin-Pyrmont. Hamelin é cortada pelo rio Weser e localiza-se na região de colinas (Weserbergland) muito procurada por turistas andarilhos e ciclistas
submitted by YatoToshiro to Excalibur_Brasil [link] [comments]


2020.07.24 16:30 pdrgds Tô vivendo um drama de adolescente

Pow, e aí gente, tudo bem? Tô precisando real colocar as coisas que eu tô sentindo pra fora, pra poder me sentir mais leve, e também porque quero manter as memórias registradas em algum lugar.
Tenho 23 anos, sou gay, e moro num país que a quarentena já aliviou quase que completamente, a única diferença agora é que é proibido aglomerações de mais de 20 pessoas na rua, e é preciso usar máscara no transporte público e dentro de alguns espaços fechados (uma exceção é a academia).
Então nas últimas semanas voltei a ter uma vida social, sair com os amigos, beber, conhecer gente, e fazer exercícios regularmente na academia. Nem tinha notado que a quarentena tinha me deixado louco, aprendi muito mais a dar valor a estar fora de casa. Eu nem gostava tanto de praia, mas tenho ido muito ultimamente, tanto pra sair de casa quanto aproveitar o calor.
Aí eu conheci esse garoto no Tinder, que por acaso é meu xará. Conversamos por uns 2 dias e marcamos dele vir pra minha casa beber um pouco, visto que também é proibido beber na rua (naquela base do "é proibido, mas se quiser pode", mas preferimos não arriscar).
Ele trouxe 2 vinhos pra nós bebermos, e aí descobrimos que o abridor de vinho daqui da minha casa tá quebrado. Depois de debater o assunto, fomos num restaurante em frente da minha casa pedir pra abrir.
Então bebemos, conversamos bastante, encontramos bastante coisas em comum, tais como o gosto pela cena musical e cultural alternativa. Tipo de gente que vai em festival de cinema ver filmes obscuros romenos da década de 70. Eventualmente nos beijamos e foi um pouquinho esquisito, achei no momento que não ia passar disso. Depois ficamos mais bêbados, tava calor pra caralho, de noite, e não sei como, acabamos os dois sem camisa nos beijando loucamente no terraço daqui de casa.
No outro dia, comemos pizza no café da manhã, porque eu sou muito jovem adulto que não curte cozinha, e era o que tinha. Assistimos a dois episódios de Modern Family, jogamos Mario Kart no meu Nintendo Switch, e depois ficamos deitados aqui no meu quarto, onde logo ele cumpriu o ritual de todo mundo que vem aqui: perguntou se a minha balança funciona e se pesou. Reparou que eu tinha uma camisa da seleção brasileira no guarda-roupa e chamou atenção pra isso, e eu respondi: "Sim, é meu uniforme de fascista."
Logo após ele teve que ir embora porque eu tinha que assistir à uma aula de alemão online. Quando ele tava se vestindo, reparei que ele tinha vindo com uma cueca muito fofa temática de Mario.
Mas foi isto. Uns dias depois marcamos um segundo encontro na praia. No início foi aquela coisa estranha, onde eu tava só tentando avaliar a situação. Conversamos a tarde toda, bebemos umas cidras e fumamos umzinho. Uma hora, já perto do pôr-do-sol, a praia vazia e batendo um friozinho de leve, me deitei na areia e ele me beijou. Fomos chegando mais perto um do outro e encostando cada vez mais pele com pele, usando o frio como desculpa, mas ajudava também. E foi muito bom esse momento, coisa de filme mesmo.
Um tempinho depois ele parou e disse que tava com muita vontade de fazer xixi. E eu também tava. Pronto, a praia tava vazia e fizemos xixi juntos em pé onde a água encontra a areia, e olhando o pôr-do-sol.
Decidimos então que era hora de voltar pra casa, caminhamos nas ruas medievais da cidade de mãos dadas, mas resolvemos parar numa pracinha, conversamos mais um pouco, fumamos um cigarro escutando Cigarrette Daydreams, e então voltamos pra estação de Metrô. Tava morrendo de cansaço, ele me abraçou e eu cochilei nos braços dele até ele descer na sua estação.
Mas ele é estudante de intercâmbio e já tinha feito planos para passar o mês seguinte na casa de uma amiga em outra região do país pra economizar no aluguel, e eu aproveitei a deixa pra passar o mesmo mês em Roma. Tivemos um encontro de despedida, mas isso tudo aconteceu em menos de 2 semanas. Então ninguém sabe se nos encontraremos mesmo no próximo mês.
Coisa de louco, né.
submitted by pdrgds to desabafos [link] [comments]


2020.07.23 10:07 diplohora Bruno Rezende : mesu estudos para o CACD Parte II – O CACD

Parte II – O CACD
O Concurso
O Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) é, como o nome indica, o concurso público de entrada no cargo de diplomata do Ministério das Relações Exteriores (MRE). O CACD é, há algum tempo, realizado anualmente, composto por quatro etapas e realizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe – site: http://www.cespe.unb.br). Para poder assumir o cargo, as principais exigências, são: ser brasileiro nato e possuir diploma universitário de qualquer formação (há mais pré-requisitos, mas esses são os mais importantes). Essas exigências, entretanto, aplicam-se apenas aos aprovados, para que possam assumir o cargo. Qualquer pessoa pode, independentemente de já possuir o diploma em mãos, fazer o concurso (isso é comum a pessoas que tentam o CACD durante a universidade, por exemplo). Nesse caso, se for aprovado, o candidato deverá apresentar o diploma. Obviamente, se não o fizer, perderá a vaga.
O CACD é dividido em quatro fases, que são as seguintes:
· 1ª FASE: duas provas objetivas (com questões de Certo ou Errado e de múltipla escolha, com penalização para erros) com questões de: Português, Inglês, História Mundial, História do Brasil, Geografia, Política Internacional, Noções de Direito e de Direito Internacional Público e Noções de Economia6. De 2008 a 2010, a prova valia 80 pontos; em 2011, voltou a valer 65 pontos (o número de pontos equivale ao número de questões; questões de Certo ou Errado são compostas por quatro itens; questões de múltipla escolha têm cinco alternativas). As duas provas são realizadas no mesmo dia, normalmente um domingo, pela manhã e pela tarde. A primeira fase também é conhecida como TPS (Teste de Pré-Seleção), seu antigo nome – que, apesar de abandonado pela banca organizadora, continua no vocabulário dos cursinhos preparatórios e de muitos candidatos.
· 2ª FASE: uma prova discursiva de Português, que consiste de uma redação sobre tema geral (80-120 linhas), com valor de 60 pontos, e de duas interpretações, análises ou comentários sobre temas específicos (15-25 linhas), valendo 20 pontos cada, com valor total de 100 pontos. Para ser aprovado, o candidato precisa fazer, no mínimo, sessenta pontos na prova.
· 3ª FASE: seis provas discursivas de: Geografia, História do Brasil, Inglês, Noções de Direito e de Direito Internacional Público, Noções de Economia e Política Internacional. Essas provas, exceto Inglês, consistem de quatro questões (os números de linhas variam entre as matérias: duas questões de 90 linhas e duas de 60 linhas para as provas de Geografia, de História do Brasil e de Política Internacional; duas questões de 60 linhas e duas de 40 linhas para as provas de Direito e de Economia; uma redação em Inglês de 45 a 60 linhas, uma versão do Português para o Inglês com cerca de 150 palavras, uma tradução do Inglês para o Português com cerca de 150 palavras e um resumo de até 200 palavras de um texto de cerca de 1000 palavras7 para a prova de Inglês). Cada prova da terceira fase tem o valor de 100 pontos. Para ser aprovado na terceira fase e ter suas notas da quarta fase divulgadas, o candidato precisa somar, ao menos, 360 pontos no total das seis provas, independentemente da distribuição desses pontos em cada uma dessas provas. Se não conseguir esse limite mínimo, o candidato está, automaticamente, desclassificado
6 O termo “noções” para as provas de Direito e de Economia n~o significa, obviamente, que sejam provas fceis ou que não seja necessário estudar tanto, apenas indica que a cobrança não é tão aprofundada quanto nas demais.
· 4ª FASE: provas discursivas de Francês e de Espanhol (cada prova contém, normalmente, dez questões de interpretação de texto, cada questão valendo 5 pontos; são, normalmente, um ou dois textos para interpretação; o valor total de cada prova é de 50 pontos, somando 100 pontos as duas provas juntas). Os candidatos devem fazer as provas dos dois idiomas, não é possível escolher apenas um. Não é necessário atingir um mínimo de pontos na quarta fase, raz~o pela qual ela é chamada de “classificatória”, n~o “eliminatória”. Nos últimos concursos, entretanto, essa fase tem tido grande relevância, sendo decisiva para definir os aprovados no concurso e a classificação final no certame. Passar para a quarta fase não significa estar aprovado no concurso (afinal, há um limite de vagas). É necessário somar as notas da segunda, da terceira e da quarta fases, para obter a pontuação final do concurso e para calcular a colocação final.
Logo após a primeira fase, o Cespe libera o gabarito preliminar (cerca de dois dias após a realização da prova). Após a liberação do gabarito preliminar, os candidatos têm, normalmente, outros dois dias, para elaborar os recursos ao gabarito preliminar das questões (na última seção da Parte III, tratarei dos recursos mais detidamente). A banca examinadora do concurso leva cerca de três semanas, para, então, divulgar o gabarito definitivo e o resultado final da primeira fase do concurso. Questões anuladas têm a pontuação concedida a todos os candidatos, e questões com alteração de gabarito também têm efeito para todos os candidatos (ou seja, sua nota pode variar para cima ou para baixo entre o gabarito provisório e o gabarito final da primeira fase, de acordo com as modificações no gabarito).
É desnecessário dizer que não há como prever qual será a nota necessária à aprovação na primeira fase, uma vez que são aprovados, como regra geral, os trezentos primeiros candidatos (em caso de empate na última colocação, são convocados todos os candidatos empatados com aquela pontuação). Desse modo, antes da divulgação dos resultados finais da primeira fase, não há como ter certeza da aprovação para a próxima fase. De qualquer forma, veja a porcentagem mínima (valores arredondados da nota do 300º colocado) para aprovação na primeira fase dos últimos concursos realizados na tabela ao lado. Vale observar que, em 2007, não houve questões de Economia e de Direito na primeira fase, o que pode justificar a nota de corte mais elevada em relação aos demais anos.

Os cursinhos costumam elaborar rankings (também disponíveis em grupos como o “Instituto Rio Branco”, no Facebook, e o “Coisas da Diplomacia”, no Orkut) com as notas obtidas pelos candidatos, de acordo com o gabarito preliminar. Esses rankings, obviamente, não são precisos, e, visto que grande parte dos candidatos em condições de ir à segunda fase fica com pontuações muito próximas (no chamado “limbo”), passar ou n~o passar pode dever-se a poucos décimos (ou seja, para muitos, as mudanças no gabarito oficial fazem toda a diferença). Apesar disso, com base nesses rankings, é possível ter uma noção de como o candidato está em relação aos demais, para saber se deve estudar para a segunda fase. Isso é extremamente importante, pois o resultado oficial da primeira fase sai, normalmente, na mesma semana da prova da segunda fase. Assim, se o candidato não começar a preparar-se com antecedência, não terá tempo suficiente para fazê-lo apenas após o resultado oficial da primeira fase.
7 Os números aproximados de palavras das traduções e do texto para resumo foram baseados na prova de 2011. Nada impede que esse valor mude de um ano para o outro. Em concursos anteriores, já houve textos maiores e menores. Vide provas anteriores (todas as provas de 2003 para c est~o disponíveis no “REL UnB”: http://relunb.wordpress.com).
Os cursinhos preparatórios também costumam divulgar uma previsão de margem de erro (ex.: de x% a y%, há alguma chance; de y% a z%, há boas chances etc.). Mesmo que você não tenha feito cursinho (ou queira saber as médias dos candidatos de um cursinho que você não frequentou), basta ligar em algum deles e perguntar. Outros candidatos disponibilizam essa informação na fóruns virtuais como a comunidade “Coisas da Diplomacia” (Orkut) e o grupo “Instituto Rio Branco” (Facebook). Se vir que tem alguma chance de ser aprovado, não perca tempo e comece a estudar para a segunda fase (especialmente para a segunda fase, considero o cursinho essencial, mas digo isso apenas com base em minha experiência; cada um, é claro, deve saber o que é melhor para si, dentro de suas condições). Acho que é melhor estudar e não ser aprovado que não estudar e ser aprovado no susto, desperdiçando a oportunidade. De qualquer modo, não é conhecimento perdido. Ainda que não seja aprovado, você já adianta os estudos para a segunda fase do concurso seguinte. Há, também, alunos que, mesmo sabendo que não passaram (ou mesmo nem havendo feito o concurso), matriculam-se nos cursos intensivos, para não ter de fazer os cursos regulares, que duram vários meses.
Na primeira fase, o Cespe divulga os nomes e as pontuações apenas dos aprovados. Teoricamente, as folhas de respostas de todos os candidatos também são divulgadas. Para as fases seguintes, os respectivos resultados finais apresentam os nomes e as notas de todos os candidatos que foram aprovados para aquela fase, ainda que não tenham obtido a pontuação mínima exigida. Erro comum (principalmente de amigos e de familiares desavisados) é achar que só porque o nome do candidato saiu na relação do Cespe significa que foi aprovado naquela fase. Não é bem assim. Na segunda e na terceira fases, é necessário fazer o mínimo de 60% na nota total da respectiva fase. Além disso, o resultado final do concurso também apresenta as notas finais dos candidatos classificados, com a respectiva classificação. Ser classificado não significa ser aprovado no concurso. É necessário observar o número total de vagas oferecidas. O número de candidatos classificados é divulgado em edital (em 2011, 60 candidatos foram classificados), o que significa que, caso haja uma expansão das vagas, o número máximo de convocados será igual ao número de classificados (em 2011, houve grande expectativa em relação a isso, já que, com a iminência de aprovação de um projeto de lei que prevê a expansão das vagas para a carreira diplomática, os candidatos classificados no concurso – aqueles que não foram aprovados, mas que ficaram entre a 27ª e a 60ª colocação – poderiam ser chamados8).
Com relação à segunda fase, se você olhar os resultados dos últimos concursos, verá que uma “simples” prova de Redação pode ser muito mais complicada do que parece. Não vou me estender quanto às idiossincrasias da banca, disponíveis aos montes em vários fóruns na internet. Ressalto apenas o seguinte: não se deixe enganar, achando que Redação é algo tranquilo ou que “se n~o sou bom em Português, compenso em outras matérias”. Na segunda fase, isso n~o é possível. Muita gente boa não passa na segunda fase por um motivo que, no fim das contas, é relativamente simples. A segunda fase não é uma prova que testa toda a criatividade e a capacidade inventiva dos candidatos. Pelo contrário, é uma prova bastante técnica. Você não está fazendo uma redação para entrar em uma universidade, ocasião em que se quer provar sua capacidade de raciocínio e sua criatividade, cobrando-se narrações, fábulas ou dissertações politicamente engajadas. Trata-se de uma redação para ser admitido em um concurso público, e, como tal, a avaliação visa a verificar a capacidade de os candidatos lidarem com a modalidade culta da língua portuguesa de maneira (por falta de termo melhor) “diplomtica”. Isso envolve, entre inúmeras outras coisas, n~o usar linguagem conotativa, evitar preciosismos, ter argumentos claros e explícitos em cada parágrafo etc. Olhe as melhores respostas dos Guias de Estudos dos concursos anteriores, para ter uma noção do “estilo” de escrita preferido pela banca (todos os Guias de Estudos podem ser encontrados na pgina do Instituto Rio Branco, no site do Cespe ou no “REL UnB”9, uma página com diversos textos úteis sobre Relações Internacionais e sobre o CACD – falarei mais sobre essa página na seção de leituras recomendadas, na Parte IV).
8 Até o fechamento deste documento, não havia maiores novidades com relação a esse tema. O Projeto de Lei que cuida dessa temática é o PL 7579/2010. Atualmente (agosto/2001), o PL está em tramitação na Câmara dos Deputados.
Entre a realização da segunda fase e o início das provas da terceira fase, há um intervalo relativamente grande, de quase dois meses. Nesse período de tempo, ocorrem: correção da prova da segunda fase, divulgação dos resultados provisórios, período para interposição de recursos à correção, análise dos recursos interpostos e divulgação do resultado final da segunda fase.
Os candidatos aprovados na segunda fase (ou seja, aqueles que fizerem mais de 60 pontos de 100 na prova de Redação) passam à terceira fase, na qual são avaliados conhecimentos mais específicos nas seis provas que a compõem. A terceira fase é aplicada, normalmente, em três finais de semanas consecutivos, com uma prova no sábado e outra no domingo. Assim, esgotam-se as seis provas. A aplicação da quarta fase costuma ser concomitante à da terceira (em 2011, por exemplo, as duas provas da quarta fase foram aplicadas na tarde do último domingo de provas da terceira fase, mas isso pode variar; em 2010, por exemplo, as duas provas foram feitas em dias separados) – embora só sejam divulgadas as notas das provas da quarta fase dos candidatos que obtiverem o somatório mínimo de 360 pontos na terceira fase, como já indicado anteriormente. Em síntese, a terceira e a quarta fases são aplicadas em três finais de semana consecutivos, mas a ordem das provas costuma variar todos os anos.
O resultado final do concurso é dado pelo somatório das notas da segunda, da terceira e da quarta fases (como se pode ver, a nota da primeira fase é descartada, contando apenas como último critério de desempate, após vários outros). A seguir, veja uma tabela com as pontuações de alguns candidatos dos últimos concursos realizados. Estão discriminadas as pontuações totais dos candidatos que ficaram no 1º, no 25º, no 50º, no 75º e no 100º lugar, nos últimos seis concursos.

Dúvidas Frequentes: o concurso
- Ainda há entrevista/prova oral? Não existe mais.
- É possível passar no concurso enquanto trabalha 8h por dia? Já vi vários casos assim. É óbvio que isso deve requerer uma disciplina ainda maior, estudos ainda mais puxados etc., mas nem todo mundo que passa no CACD teve tempo de estudos integral. Casos de quem é aprovado com 6 ou 8 horas diárias de trabalho são mais frequentes do que se imagina.
- Quanto vou gastar com cursinho? É impossível fazer uma estimativa, tudo depende muito de diversos fatores, entre eles: a quantidade de matérias que você irá cursar, o cursinho que irá frequentar (há grande diferença de preços e de qualidade, não necessariamente proporcionais), o tempo gasto até a aprovação, as eventuais despesas de morar fora etc. Mesmo se alguém quiser só uma estimativa, uma margem de gastos, não tem como dar. Você pode gastar R$2.000, R$10.000, R$20.000 ou mais só com cursinho, então, infelizmente, essa informação é muito relativa.
- Vou começar a estudar do “zero”. Por onde começo? Não sei o que dizer nessa situação. Talvez, por História Mundial. Fazer uma prova de primeira fase antiga, só para ter uma noção geral do nível da prova, pode ajudar (mas também pode desanimar, e muito). Tente equilibrar as coisas: um pouco de História, Geografia e Português (que são revisões dos tempos de colégio), passe para as demais disciplinas (Economia e Direito) e acho que Política Internacional pode deixar para começar um pouco depois, já que muita coisa depende de conhecimentos de todas as outras disciplinas. Só não se esqueça de dar atenção, também, às línguas: Inglês, Francês e Espanhol têm sido essenciais. Não as despreze.
- Posso ter tatuagem? N~o h nenhuma proibiç~o. Alguns diziam: “mas eles podem implicar na hora da entrevista”. Problema resolvido, pois n~o h mais entrevista. H, apenas, exame médico e psicológico, que só impedem a posse se houver alguma doença séria que incapacite o candidato ao eficaz exercício da profissão.
- Preciso fazer Direito ou Relações Internacionais? Não. Qualquer curso superior reconhecido pelo MEC é válido. De todo modo, acho que predominam, entre os aprovados, os formados nessas áreas. Em 2011, foram 9 graduados em Direito e 7 graduados em Relações Internacionais. Apesar disso, houve, também, aprovados graduados em: Filosofia, Comunicação, Psicologia, Publicidade, Antropologia, Economia, Jornalismo, Administração e Letras – Alemão.
- Se eu tiver mais de uma graduação/especialização/mestrado/doutorado/PhD, levo vantagem no concurso? Não. Ter mais de uma graduação, especialização, mestrado, doutorado, PhD, experiência profissional, tudo isso não acrescenta nada à pontuação do candidato no concurso. A única coisa que conta para a aprovação é a nota nas provas do concurso e ponto. Não sei se existe uma estatística quanto à parcela dos aprovados que tem um adicional à formação do curso superior, mas eu, mesmo, não tenho nada além de minha graduação e não acho que isso tenha prejudicado ou dificultado em absolutamente nada minha preparação.
- No CACD, é possível escolher entre Francês OU Espanhol? Não! Francês E Espanhol. Não sei se muitos se confundem porque, há alguns anos, era diferente, mas ambas as línguas são obrigatórias na quarta fase (em 2011, as provas das duas línguas foram realizadas simultaneamente, com as questões de 1 a 10 de Espanhol e de 11 a 20 de Francês).
- Há cotas no concurso? Mais ou menos. Não há reserva de vagas para afrodescendentes, se é o que você pensou. Em 2011, o concurso passou a contar com um bônus para afrodescendentes. No momento da inscrição, os candidatos podiam declarar-se afrodescendentes. Além de convocar para a segunda fase os 300 candidatos mais bem colocados na primeira fase, os próximos 30 candidatos que se houvessem declarado afrodescendentes também foram convocados, com um total de 330 aprovados na primeira fase (mais os aprovados portadores de deficiência, mas eles têm reserva de vaga, os afrodescendentes não). Da segunda fase em diante, não houve qualquer vantagem para os candidatos afrodescendente que foram aprovados na primeira fase entre as trinta vagas adicionais, competindo de igual para igual com os demais.
- E as bolsas de estudos para afrodescendentes? Todos os anos (normalmente, no segundo semestre do ano), o Instituto Rio Branco realiza um processo seletivo para candidatos à carreira diplomática que se considerem afrodescendentes e que necessitem de ajuda financeira, para bancar os estudos (“Bolsa-Prêmio de Vocação para a Diplomacia”), que d bolsa de estudos de R$25.000 aos selecionados. Maiores informações podem ser conseguidas na página do Instituto Rio Branco (http://www.institutoriobranco.mre.gov.bpt-bprograma_de_acao_afirmativa.xml) ou no site do Cespe (página do processo de 2010: http://www.cespe.unb.bconcursos/IRBRBOLSA2010/)
Várias outras perguntas frequentes são respondidas no site do Instituto Rio Branco, no endereço: http://www.institutoriobranco.mre.gov.bpt-bperguntas_freq%C3%BCentes.xml
Consulte, também, a “FAQ do Godinho”, indicada anteriormente e disponível no endereço:
submitted by diplohora to brasilCACD [link] [comments]


2020.07.20 17:26 FelipeThompson Eu não acredito na capacidade humana de não entender ironia.

Eu fiz um comentário no memes dizendo que gente que gosta de animes, trap e Fortinite deveria ser erradicado. Qualquer pessoa com meio cérebro e uma salada de batata percebe que isso é uma ironia. No início, só me deram downvote, daí surgiram os comentários. Era tanta gente achando sério que eu tive que continuar com a história. Eu comecei a falar que os weebs são degenerados e deveriam ser relocalizados para o Pacífico, para Campos de trabalho forçado ou bombardeados. De novo, qualquer um percebe que é ironia, até mesmo um repolho. Resumindo: foi a melhor experiência que eu tive no Reddit, um pessoal falou que eu tinha pensamentos igual ao daquele alemão lá, e outros acreditaram que eu estava falando sério. Um camarada brasileiro disse pra eu me matar e chamou o server do Discord para me reportar em massar me banir do Reddit, foi a experiência mais engraçada que eu tive nessa rede social. Vou ver se consigo colocar um link para os comentários, pois acho que vocês também merecem ler isso :)
submitted by FelipeThompson to brasilivre [link] [comments]


2020.07.17 12:42 PatoPatoVai brasileiros na suiça? 25 caracteres

Vou me mudar pra Berna para o meu doutorado em breve e queria a opiniao de outros br por aí e queria saber as opiniões de outras pessoas que passaram por essa mudança.
O choque cultural foi mt grande? conseguiram fazer amigos por aí? consigo viver com 4k chf por mes? há uma "comunidade de brasileiros" por aí? Vou me fuder por so saber meia duzia de palavras em alemão?
Valeu quem responder! Vou apagar a thread em breve para conhecidos não acharem meu perfil hehe
submitted by PatoPatoVai to brasil [link] [comments]


2020.07.17 02:07 YatoToshiro Fate/Gensokyo #43 Saber of Black (Fate/Apocrypha)


Fate/Apocrypha Fate/Grand Order
O Nome Verdadeiro do Saber é Siegfried, O Cavaleiro Sangrento ao Dragão. E o "Dragon Slayer" que derrotou o maligno dragão Fafnir com a espada sagrada Balmung na mão. Ele é um grande herói nacional da Alemanha que tem muitas representações diferentes nas várias lendas que lhe são atribuídas. Seu papel mais famoso é sua aparição introdutória no poema épico alemão da Idade Média, o "Nibelungenlied", retratado como seu personagem principal. Ele é um personagem de uma tragédia que se espalhou por toda a Europa em relação à matança de dragões e ao Rhinegold, e seu personagem se estabeleceu com o antigo épico "Nibelungenlied". No entanto, Siegfried não é realmente o personagem principal dos "Nibelungenlied". O verdadeiro personagem principal é sua esposa Kriemhild, e esse épico é a história da mais terrível vingança provocada por seu desespero e ódio.
A lenda de Siegfried surgiu no século 5 a 6 e se espalhou por muitas terras. Quase ao mesmo tempo em que o "Nibelungenlied", a história do herói Sigurd, a "saga Völsunga", surgiu. A ópera de Wagner "Der Ring des Nibelungen" é uma obra-prima que reúne essas lendas. Embora Siegfried e Sigurd possuam a mesma origem, eles são duas existências diferentes.
Legend
Siegfried nasceu príncipe de uma linhagem nobre na Holanda. Ele empunha a preciosa espada que Balmung recebeu da família Nibelungen e está em batalhas desde que era jovem, tendo enfrentado e lutado em muitas campanhas e diversas aventuras.
Após o acúmulo de finais de suas muitas aventuras, onde no processo, ele obteve a espada demoníaca Balmung e um sobretudo que faz desaparecer e esconde a figura de alguém, a façanha mais conhecida de Siegfried estava sendo coroada "Dragon Slayer", lutando contra o dragão maligno Fafnir pelo tesouro da família Nibelungen e finalmente derrotando e matando-o com sua espada sagrada. Ele então tomou banho e bebeu gotas do sangue do Tipo Dragão, e Siegfried tornou-se uma existência invulnerável ao obter um corpo invencível de sua vitória sobre Fafnir, onde ele não receberia mais uma única ferida no campo de batalha. Mas quando ele se banhou no sangue do dragão, uma única folha de tília ficou grudada em suas costas, tornando-o um ponto fraco que provocaria sua morte irrevogável.
No entanto, a maioria dessas batalhas heróicas não foi contada ... Como tal, os detalhes das aventuras de Siegfried, incluindo o derrube do dragão maligno Fafnir e a obtenção da espada demoníaca Balmung, são apenas considerados boatos pelos personagens, e foram realmente não mostrado.
Então, Siegfried ouviu rumores da bela Kriemhild, a princesa da Borgonha, e propôs a ela ... E assim, a tragédia começou.
Além das crescentes fileiras dos borgonheses, Siegfried trouxe-lhes muitas vitórias e casou-se com Kriemhild, irmã do rei da Borgonha, acessando o trono da Holanda. No entanto, uma sombra foi lançada sobre uma glória tão extravagante na época em que ele se casou com Kriemhild. Seu cunhado, o rei da Borgonha, amava uma certa mulher, a rainha da Islândia, Brünnhilde. Ele pediu a Siegfried para ajudá-lo a buscar o afeto dela e, assim, foi resolvido que o herói adotasse aquela mulher como seu procurador. Pode não ter sido um crime, mas também não era um comportamento que deveria ser elogiado e foi um pedido que acabou voltando para ele como punição.
Death
Após os truques, o rei da Borgonha conseguiu se casar com a rainha da Islândia, Brünnhilde. Devido ao conhecimento desse truque se espalhando, o herói feriu a honra e o orgulho da mulher. E ela não era uma mulher comum, mas a rainha de um país. Como resultado da satisfação dos desejos de seu cunhado, Kriemhild e a esposa de seu cunhado, Brünnhilde, entraram em conflito e feriram a honra um do outro, uma colisão entre eles se tornando inevitável. Siegfried foi encurralado em uma situação em que ele não tinha escolha a não ser morrer para impedir uma luta, e mais uma vez atendeu ao desejo de todos. Ele sempre respondeu à expectativa das pessoas, mas no final o que se desejava dele era sua própria morte. Ele pensou que seria resolvido se ele, a causa de tudo, morresse. Como resultado, ele sentiu que isso causaria um conflito terrível, então falou com Hagen, que já foi chamado de amigo e, no passado, trocou xícaras de fraternidade.
«Ah, a situação está além do meu controle. Hagen, sou invencível e, portanto, nunca fui ferido por você. Mas mesmo assim, se eu não tiver você me mata ... »
(Siegfried falando com Hagen)
Sem gastar em grau significativo o Rhinegold, Siegfried confiou ao seu melhor amigo sua única fraqueza. O homem que já foi seu amigo atendeu ao desejo do herói. Ele procurou tenazmente e descobriu o ponto fraco do herói, elaborou um plano sabendo muito bem que era um ato covarde e mirou nas costas do herói enquanto bebia água. Mesmo sabendo disso, o herói se impediu de resistir. Ele foi assassinado por um vassalo dos borgonheses que o atingiu em seu ponto fraco.
Sem deixar para trás nenhuma figura indecorosa ou estupidez, o herói morreu como um herói trágico que recebeu um ataque furtivo devido a truques. Seu ex-amigo tornou-se conhecido como um vilão raro que matou o herói através de jogo sujo. Do ponto de vista de Siegfried, era a melhor maneira de resolver o antagonismo entre Kriemhild e Brünnhilde, mas ele cometeu um erro fatal.
Siegfried havia superado todos os campos de batalha sem uma única derrota, até perder a vida na lâmina da traição que o atingiu nas costas. No final, provocou ainda mais tragédia, pelo que parece que a maldição de Rheingold entrou em vigor perfeitamente. Isso se conecta à tragédia de vingança de sua esposa Kriemhild pelo assassinato de seu marido na segunda metade do conto. Kriemhild o amava tanto que não se importava em vender sua própria alma ao diabo para se vingar da morte do marido. Seu ódio não era apontado apenas para o assassino Hagen, mas também para seu próprio irmão Gunther. E então, a própria Kriemhild, presa em seu ódio, é derrotada por um ataque cavalheiresco. Além disso, a espada que Kriemhild usou para matar Hagen era o amado Balmung de Siegfried, então há pessoas que disseram que, depois de reviravoltas, Siegfried poderia se vingar. No entanto, também é certo que Siegfried e Hagen foram amigos que compartilharam seus vinhos e sonhos.
Com ele possuindo a nobre linhagem da realeza, sendo conhecido por suas várias aventuras e contos heróicos, e tendo atingido um fim trágico, existem poucos heróis tão heróicos quanto ele. Mas é precisamente porque ele é um herói tão heróico que ele foi inconscientemente sobrecarregado por amarras. Um herói age com base nas súplicas do povo e, portanto, não deve agir sem ser solicitado. Isso ocorre porque um herói é um ser assim. Por possuírem poder esmagadoramente imenso, não devem agir por vontade própria e tentar conceder seu próprio desejo. Um herói é um ser que cumpre os desejos dos outros e nunca deve ir além disso.
Fate/Grand Order
Orleans: O Dragão Maligno Guerra dos Cem Anos
Siegfried era o protetor de Lyon quando foi convocado para a Singularidade. Ele foi derrotado e preso no castelo da cidade quando Jeanne d'Arc Alter e seus criados atacaram. Ele também foi atormentado por múltiplos amaldiçoados por Jeanne Alter.
O grupo de Ritsuka finalmente chega às ruínas de Lyon, precisando de Siegfried para matar Fafnir. Eles o encontram preso no castelo e o libertam. Ao sair do castelo, o grupo é confrontado com Jeanne Alter e Fafnir, que é incumbido de incinerar o grupo. Mash Kyrielight e Jeanne d'Arc protegem todos das chamas. Siegfried então afasta o dragão do mal, permitindo que o grupo escape.
Depois de escapar para um forte em ruínas, as feridas de Siegfried são curadas por Maria Antonieta, mas as maldições afligidas por ele impedem uma recuperação completa. Ele recorda seu papel como protetor de Lyon e sua derrota nas mãos dos servos de Jeanne Alter. Jeanne diz que eles precisarão de outro servo que possa usar os ritos de batismo para remover as maldições de Siegfried. Como ela não tem poder suficiente, o grupo decide procurar um Servo santo para remover as maldições de Siegfried, pois ele é necessário para matar Fafnir. O grupo se separou para procurar, com Siegfried indo com Ritsuka, Mash e Mozart.
Siegfried e os outros finalmente chegam a Thiers, onde encontram Elizabeth Bathòry e Kiyohime brigando. Depois de defender a cidade de um ataque inimigo, eles são forçados a lutar contra Elizabeth e Kiyohime quando Ritsuka os insulta. Depois de derrotados, Ritsuka explica a situação para eles. Kiyohime diz que conheceu Georgios antes do oeste, então Mash entra em contato com Jeanne e Marie, que foram por aquele caminho. O grupo aprende que os dois acabaram de fazer contato com Georgios. No entanto, eles perdem contato quando a cidade sob sua proteção é atacada por Jeanne Alter.
Jeanne finalmente chega a Thiers com Georgios e conta aos outros sobre o nobre sacrifício de Marie. Ela e Georgios removem as maldições de Siegfried enquanto Elizabeth e Kiyohime se juntam ao grupo. Depois de defender Thiers de outro ataque, eles partem e acampam em uma floresta próxima para se preparar para o ataque a Orleans. No dia seguinte, Siegfried diz que um ataque frontal é a única opção viável, já que o inimigo já sabe sua localização. Ele pede aos outros para protegê-lo e Ritsuka enquanto ele vai matar Fafnir.
Enquanto o grupo marcha em direção a Orleans, eles enfrentam e derrotam Atalanta. Siegfried finalmente luta com Fafnir, enquanto os outros derrotam Vlad III, Chevalier d'Eon e Carmilla. Ele então mata Fafnir com a ajuda de seus aliados. Ele fica para trás com Mozart e Georgios para lidar com os wyverns, enquanto o resto segue para o castelo para lutar contra Jeanne Alter. Depois que a era é restaurada, ele e Georgios expressam como ficaram honrados por terem lutado juntos. Antes de desaparecerem, eles percebem que não será a última vez, pois serão convocados novamente para ajudar Ritsuka.
submitted by YatoToshiro to Fate_GensokyoBR [link] [comments]


2020.06.28 23:21 MAD-PT [AMA] Após quatro anos nos arredores de Zurich, acabei de sair da Suíça.

Boas pessoal,
Visto que já fiz vários comentários sobre a minha estadia na Suíça e tive várias pessoas a enviarem-me mensagens com várias perguntas, decidi criar um AMA (Ask Me Anything) / Pergunte-me Qualquer Coisa.
Muito do que vou escrever já escrevi noutros posts/mensagens e é com base na minha ou na experiência de pessoas conhecidas/amigas. Acredito que nem toda a gente tenha passado pelo mesmo que eu passei por isso convido a todos os que vivem / já viveram na Suíça a partilharem a vossa experiência e darem os vossos conselhos.
Espero que isto ajude a todos os que estejam a ponderar mudar-se para a Suíça e aos que chegaram há pouco tempo. Estejam à vontade para perguntar o que quiserem.
-----
Pequena intro:

Despesas:

Troques e dicas:

Como é viver na Suíça:

Coisas que me aconteceram (e a conhecidos meus):
TL;DR;
submitted by MAD-PT to PortugalLaFora [link] [comments]


2020.06.27 00:41 RafaelaVieiraa O dia que eu GANHEI UM INTERCÂMBIO e quase REJEITEI


Olá Luba, editores, gatas e caros leitores do reddit. Meu nome é Rafaela e hoje venho contar-lhes a história do dia mais desesperador da minha vida: quando eu quase perdi um intercâmbio de GRAÇA pra Alemanha.
Tudo começou numa bela manhã no nono ano de 2019, durante a aula de alemão (minha escola é de origem alemã, então temos esse componente curricular), e como todos os anos, nossa escola escolhe um aluno para concorrer a um intercâmbio pago pela rede de escolas alemãs aqui do sul (sim, sou gaúcha). Chegou o dia de nossa professora descobrir os interessados. Ela pediu que escrevêssemos nossos nomes e porque gostaríamos de ir pra Alemanha. Algumas pessoas estavam escrevendo seus nomes. No geral, pessoas que estudavam alemão desde o primeiro ano (obs.: as turmas de idiomas eram separadas por níveis A, B e C, sendo o A avançado. Como entrei na escola no sexto ano, entrei no nível C sem saber falar nada, mas a cada ano fui subindo meu nível até chegar no A). Pensei que provavelmente não iria ser escolhida, afinal, tinha apenas poucos anos de estudo da língua. No começo, apenas ignorei. Pois afinal, em janeiro de 2020 teoricamente eu participaria do intercâmbio de inverno no Canadá (mesma época do intercâmbio da Alemanha).
Quando a professora estava quase recolhendo os papeizinhos, algo em mim disse pra tentar. Arranquei uma folha aleatória do caderno e escrevi rápido meu nome e o motivo de querer ir. Algumas semanas se passaram e eu já havia até esquecido, até que durante a aula de geografia um professor aparece dizendo que o DIRETOR queria falar comigo. Gelei. Afinal, nunca nem ao menos fui tirada da sala.
Ao chegar lá, me deparo com o diretor e a coordenadora sentados em poltronas e pedindo para eu me sentar no sofá em frente a eles. "Parabéns, você foi escolhida pra seleção da Alemanha" - disse o diretor - "Tu vai passar por uma entrevista pra ser uma das 5 pessoas escolhidas [...]. Tu aceitas?"
Nesse momento só uma coisa me veio à cabeça: meu intercâmbio do Canadá. Eu acabei dizendo não e a cara do diretor foi tipo '----'
Ele disse meio chocado que tudo bem então e expliquei meus motivos e tals (muito burra eu)
Volto pra sala e minha professora de alemão vem falar comigo quase tendo um troço por eu ter rejeitado a oportunidade da minha vida. Me flagrei da merda que eu fiz e entrei em desespero. Tentei ligar pra minha mãe, mas ela não atendia. Fui falar então com a minha professora a qual considero minha segunda mãe. Eu tava chorando desesperadamente, mas ela me abraçou, me acalmou, disse pra ir falar com o diretor de novo e dizer que eu me flagrei a bosta que eu fiz e que eu simplesmente poderia fazer o intercâmbio do Canadá no outro ano (sério, muito burra MESMO eu).
Aos prantos pedi pra secretária pra falar com o diretor, só que em questão de minutos ele já tava numa reunião, mas que no final da manhã eu poderia ir à sala dele. Dito e feito. Retornei à sala dele umas 11 da manhã dizendo que eu simplesmente não poderia perder essa oportunidade e que eu aceitava com toda a honra (pedi desculpas por ter negado antes, claro). Ele aceitou e eu fui pra entrevista algumas semanas depois.
Moral da história: Se uma oportunidade dessas surgir, AGARREM ela na primeira chance. Eu fui sortuda de o diretor ter me aceitado de volta. Aprendi muito bem a lição.
Observação: No fim, eu fui selecionada e de fato ganhei a viagem pra Alemanha junto com outros 4 alunos de outras escolas. Foi um dos melhores meses da minha vida e tenho muita saudades das aventuras que vivi e da história que eu respirava diariamente (eu fiquei em Berlim).
Enfim, é isso. Se quiser, conto o resto da história da minha seleção e alguns relatos de episódios que vivi lá na Deutschland.
Beijos, <3
submitted by RafaelaVieiraa to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.22 14:46 madmike-c QUANDO A DIREITA PERDEU A SUA HUMANIDADE

Autor do texto : Eric Balbinus de Abreu
Agatha Vitória Sales Félix foi assassinada no Morro do Alemão. Perdeu a vida após uma operação policial. Como é de praxe a corporação disse que “não há indícios” da participação de policiais na morte da garota. Seja como for a resposta foi dada antes que qualquer exame de balística atestasse uma coisa e outra. Mesmo sem uma certeza o homicídio já provocou polêmica suficiente para que a morte deixasse de ser um crime e provavelmente uma violação de direitos por parte do próprio Estado para se tornar uma medíocre questão política. E sim, sobretudo por parte da Direita. É verdade que setores da esquerda instrumentalizam estes eventos, que muitos agentes deste espectro se preocupam mais com suas agendas políticas do que com as pautas que manietam em favor de sua ampla causa. Não obstante são eles que majoritariamente atuam nas pautas sociais e de direitos civis, logo não é totalmente ilegítimo que os tantos coletivos, associações, sindicatos e movimentos de esquerda dediquem energia e mobilização política em torno da pauta. O cidadão de Direita é quem carece de moral para questionar este ativismo, uma vez que os do seu espectro preferem ignorar estes contextos sempre que a realidade permite. Não levem para o pessoal, quem escreve estas linhas é um conservador. O cidadão de Direita, diga-se de passagem, não consegue ao menos reagir com firmeza nestes episódios. Há entre nós reações distintas que denunciam o desequilíbrio. Alguns são guiados pelos sentimentos mais mesquinhos a ponto de pensarem que isso não tem importância, que era só mais um Silva. Há outros que pensam que quem mora em favelas, que os que são pretos ou pobres são necessariamente criminosos em potencial. A idade e gênero de Agatha não importam, ela tem quase a mesma cor de Dyogo Gosta Xavier de Brito, o jogador da base do Flamengo que foi morto dias atrás em circunstâncias semelhantes, por acaso a mesma da família que teve o carro alvejado por um pelotão do Exército. Foram oitenta tiros contra um veículo pilotado por um pai de família. Mesmo morto ainda foi responsabilizado pela própria desgraça. “Ele não parou no bloqueio”, dizem alguns conservadores supostamente preocupados. O mesmo não vale para a chefe de gabinete do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro. Márcia Beatriz Lins Izidro bateu em um veículo, desrespeitou uma ordem de parada emitida por uma viatura da PM e fugiu. No caminho bateu em mais dois carros até ser detida. O caso se deu em Botafogo. Loira, ela não mereceu tomar oitenta tiros. Isso nos leva a outra reação comum na direita quando se trata de casos como o de Agatha: humanos são apenas os que se parecem conosco. Quando dizem defender a família, trata-se da família de classe média — normalmente branca e escolarizada. O pai de família que mora no morro pode ser morto apenas por ser preto e pobre, seus filhos podem ficar desamparados, sua mulher despedaçada… Mas nem por um segundo ouse defender a punição para os agentes do Estado envolvidos, isso é dar força a narrativa das esquerdas. Aliás, as esquerdas… Nada funciona melhor para justificar a indigência moral do que os bichos papão progressistas. Até o presidente e seus filhos encrencados com corrupção e milícia aprenderam que o Emmanuel Goldstein que mantém a direita brasileira no curral é a esquerda. Andam até ameaçando que “quanto mais forem criticados por seus eleitores mais rápido o Jair cai, mais rápido o PT volta”. Esta obscenidade só existe porque nossa Direita se estruturou mentalmente desta forma. A falta de democracia durante boa parte do período republicano deu aos incautos o entendimento de que o adversário político não deve ser combatido de acordo com as regras do jogo democrático, mas sim de que deve necessariamente ser eliminado — que a própria existência do contraditório é um horror por si. A vexaminosa atuação das instituições no período pós-democratização, o aumento da violência, da corrupção, distorções econômicas, direitos para quem sequer era representado, tudo isso fermentou um caldo de reacionarismo sem precedentes. Aqui começa nossa ruína. Há sim quem mascare no pensamento da Direita o preconceito e ódio aos que “não deveriam ser tão cidadãos assim”. Os virulentos comentários nas redes sociais não deixam dúvidas, o entendimento de parcela considerável da sociedade é que o problema da criminalidade é a pobreza — logo basta chegar no morro atirando de forma aleatória que o combate ao crime estará andando em passos largos. Por não ser tão erudita e algo primitiva, nossa direita também instituiu um elaborado panteão de divindades que incluí as Forças Armadas, policiais militares, a cristandade… Que morram tantas Agathas, o que não pode acontecer é de um policial ser responsabilizado. Alguns até argumentam que “quando o traficante mata alguém no morro ninguém fala nada”. O clamor de botequim é típico dos que não pensam, dos que abdicaram dos cérebros em troca do cabresto ideológico. Os gênios da raça já não conseguem nem distinguir as diferenças entre o agente do Estado (que jura uma Constituição, que passa por treinamentos e deve se guiar por protocolos) com um cidadão qualquer que resolve se insurgir contra normas do Estado. Veja, este um não tem obrigação alguma com a lei. Quem tem é o fardado. Não deveria ser tão difícil distinguir uma coisa e outra. Ah, não podemos esquecer: as malditas preocupações com a narrativa e com a guerra política são colocadas acima das próprias pessoas. Não importa se a garota foi morta, o que importa é fazer frente a esquerda! Eles não podem vencer a narrativa mesmo que seja dizer que 2+2 é 4. É um precedente asqueroso pois a política passa a ter seu fim em si mesma. Ao invés de discutirmos para saber quais soluções serão implementadas no Estado, lutamos para saber quem irá se manter no poder, qual das narrativas prevalece, quantos likes serão recebidos por cada um dos agentes… Perguntar não ofende: de que serve este novo país de Justiça, Moral e Bons Costumes se ele não presta nem ao menos para demonstrar solidariedade com uma família que teve a filha de oito anos baleada? Qual o propósito de denunciarmos as arbitrariedades de Nicolas Maduro se nosso ideário passa ao largo de problemas reais, se nossa reação será sempre a impiedade? Não custa lembrar que setores importantes da Direita brasileira falam em “restaurar os valores do Ocidente cristão”. Estes valores incluem a caridade, o amor ao próximo, o senso de justiça? A pergunta é válida pois a igreja evangélica brasileira foi quase que completamente sequestrada por forças políticas que atuam em nome dos interesses evangélicos, mas pouco se fala na humanização do outro. Enquanto muitos “conservadores cristãos” operam malabarismos retóricos vergonhosos para resinificar o óbvio, as escrituras são claras sobre estes fariseus: “Engordam-se, estão nédios, e ultrapassam até os feitos dos malignos; não julgam a causa do órfão; todavia prosperam; nem julgam o direito dos necessitados. Porventura não castigaria eu por causa destas coisas?” (Jeremias 5:28,29) O caso é que a Direita brasileira majoritariamente é incapaz de lidar com estas questões sem demonstrar o quanto já perdeu de sua humanidade. Episódios de racismo, violência policial e tantas outras distorções são simplesmente ignorados para “não jogar água no moinho das esquerdas”. O que os valentes ignoram é que o princípio é exatamente o contrário. A imagem de humanista das esquerdas seria bem menos consolidada se os da direita demonstrassem o mínimo de compaixão e senso de proporções. Nossas direitas se embeberam tanto do ópio da ideologia que não são capazes de lidar com o mundo real. Pior: acabaram numa espécie de Dorian Gray as avessas, aprisionando suas almas na caricatura que as esquerdas sempre fizeram a nosso respeito. A direita brasileira (sobretudo a conservadora) não disfarça a pretensão de restaurar a glória de um passado idílico. Corrigir uma Nação inteira baseado na moral, nos bons costumes e nos valores cristãos é mesmo uma tarefa hercúlea — sobretudo quando se é incapaz até de amar o próximo.
submitted by madmike-c to brasil [link] [comments]


2020.06.21 18:40 aquele_brasileiro minha historia de eu sou o babaca?

ola lucas, papelões, gatas, editores, led e turma q esta a ver
titulo:a ciumenta
+ou- em 2017 passado comecei a namorar uma menina da minha escola vamos chamar ela de carls porem ela era do tipo Ou SeUs AmIgOs Ou Eu ela sempre, reclamava quando eu saia com meus amigos e falava q eu estava traindo ela ate q no inicio de 2018 ela ficou de saco cheio e falou "para de encontrar com seus amigos senão a gente vai terminar" então eu respondi então n tem + nada entre a gente eu n sou troxa de largar uma amizade de 7 anos (hoje em dia faz 7 anos) então ela ficou put* da vida e ficava tentando romper a amizade pra sair por cima tentando namorar meus amigos e fazendo mesma coisa falando pra largar a gente alguns aceitavam tipo ela pegava a rodinha de amigos dela e tentava dar em cima do pessoal e os q aceitaram viraram "gados" continuando porem o pico foi a +ou- em abril quando um professor pediu pra turma fazer uma maquete de alguma construção historica tipo estatua da libertade era pra separar em grupos de 5 pessoas (valia 7 pontos na media) e meu grupo fez a torre de pisa porem oq a carls fez quando viu o nosso trabalho ela passou correndo esbarrou de proposito no meu amigo e então a maquete caiu e quebrou eu fiquei muito bravo etc porem o professor deixou a gente entregar outro trabalho pelo menos 20 dias depois valendo menos nota ja q n seria justo porem eu n ia deixar desse jeito as coisas então eu comprei uns 10 peidos de alemão pra qm n sabe peido de alemão é um fio q quando bota fogo faz um cheiro do rio tiete misturado com ovo podre) e eu fui na sala da carls no intervalo fechei todas as janelas e acendi os 10 peidos de alemão de baixo da carteira da carls e deixei 1 meio separado pra alguem ver e ficar + facil de incriminar ela então eu acendi o peido de alemão e fechei a porta e quando a turma dela voltou do intervalo ninguem suportava o cheiro e eles tiverão q estudar no corredor + tarde as tia da limpeza encontraram o peido de alemão e a carls foi pra diretoria e tomou uma suspeição de 2 semanas por prejudicar a aula de uma sala de 37 alunos então fui o babaca nessa historia
submitted by aquele_brasileiro to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.21 02:02 Cyberthinker Estou na Itália, horrorizado vendo o Brasil de fora. E tenho um amigo alemão que quer morar em Fortaleza, uma das cidades mais perigosas do mundo! O cara endoideceu ou tem sentido?

Estou na Itália, horrorizado vendo o Brasil de fora. E tenho um amigo alemão que quer morar em Fortaleza, uma das cidades mais perigosas do mundo! O cara endoideceu ou tem sentido?
Caminhando por uma cidadezinha na Itália, vejo esta cena inusitada: vários vendedores deixam as mercadorias fora da loja, fora de visão... e uns até fecham as lojas ao meio-dia e deixam os produtos lá fora!
https://preview.redd.it/n5di99vif5651.png?width=982&format=png&auto=webp&s=2ad8cee49c06641498faf8adc93fbffeae524eee
Sim, há lojas que fecham e ficam como essa na foto, sem ninguém dentro, vc pode entrar no hall de entrada e há algumas mercadorias ali. Talvez tenha câmeras? Não sei... Tudo bem que é uma vila calma do interior... Mas e se fosse no Brasil? Alguém já viu isso por aí?
Bem, eu sou de uma cidadezinha do interior de SC (que se gaba de ser um dos Estados mais seguros) e nunca vi nada disso. Na verdade nossa preocupação com segurança é constante. Nunca dá pra deixar nada no jardim com o portão aberto, as coisas somem, a casa nunca pode ficar sozinha... as casas de vários vizinhos já foram roubadas, já tentaram arrombar nossa casa algumas vezes, é apavorante vc estar em casa e ser acordado por ladrões tentando arrombar!!! Nunca deixamos o carro estacionado em qualquer lugar, já tivemos experiências ruins. Evitamos sair de noite, e tem várias notícias de roubos, assassinatos, principalmente de comerciantes.
Sempre gostei de morar no Brasil, defendo nossa terra e nosso povo, ressalto nossas qualidades e não perco as esperanças de que nosso país vai melhorar. Mas está difícil. As notícias, além da pandemia e do caos político, são de pessoas mortas por bala perdida, corpos esquartejados achados no lixo, tentativa de roubo seguido de morte, tiroteios, chacinas... Cansei de ver isso muitas vezes numa ÚNICA olhada nas notícias do dia!
Será que é normal? É assim no mundo inteiro ou o Brasil é um estado de barbárie? Será que a mídia brasileira está exagerando e só mostra tragédia? Claro que tbm vejo notícias de crimes na Itália, até conhecidos relatam que foram roubados... mas não vejo tanto... talvez porque vejo menos notícias da Itália, mas violência deve ter assim em todo lugar. Será? Basta pesquisar: os números mostram que infelizmente o Brasil é um dos países mais violentos do mundo.
Sou apenas um estudante latino-americano... se eu tivesse condições tiraria minha família do Brasil. Tem gente que pensa que morar na Europa é um mar de rosas... na verdade pode ser bem longe disso: muitos precisam recomeçar tudo do ZERO, nosso currículo brasileiro pode ter pouco valor fora, muitos não se adaptam, não conseguem se erguer, há quem se decepcione muito... Mas só o fato de não ter tanta violência acho que já é uma boa razão pra tentar.
Estou refletindo sobre isso porque um amigo alemão ganhou uma herança e quer comprar um imóvel em Fortaleza (porque diz que é o que o dinheiro dá e a imobiliária está tentando convencê-lo, fazendo propaganda como se fosse apenas um paraíso) e ele quer tentar morar lá. Como sou brasileiro, ele veio perguntar o que acho. Eu acho que ele está louco.

Enfim... como é morar em Fortaleza?
E qual é a visão de vcs sobre esse assunto? Se sentem seguros onde moram no Brasil/exterior?
submitted by Cyberthinker to brasil [link] [comments]


2020.06.17 18:26 Morfeu321 Sobre o sub do orochi

Não sei se esse é o melhor lugar pra fazer isso, mas considerando que os subs novos e não oficiais provavelmente não aceitariam alguém discordando deles, peço encarecidamente a compreensão de quem é fã do orochi, e a atenção de quem é fã do gou
Bem, eu já tava no sub fazendo um bom tempo, dês de quando começou a divulgar praticamente, e dês de o início, mesmo que as piadas de humor negro já apareciam, não era nada comparado com o que estava antes de ser fechado; Não me leve a mal, eu também curto humor negro, mas quando vc posta a mesma coisa 3 vezes ao dia, fica mais saturado que meme da Sam
Creio que o problema começou com o vídeo em que ele pediu para pararem com piada do ditador alemão que gostava de um símbolo parecido com um ventilador, parece que o que era pra ser água pra apagar o incêndio, era gasolina
Acho que o primeiro ataque que teve, e que na época já dava pra ver aonde essa porra tava indo, foi no ápice das piadas do ditador.
Como todos já sabem, a fan base do orochi tem muito incel ( vou ignorar que uma parte da fan base do gou é fan base do orochi tbm ) e após alguns vídeos com o luba, que tem uma parcela grande do seu público feminino, começou a frequentar o sub tbm, e acho que aí foi que começou esses ataques
O primeiro foi a alguns meses atrás, pra quem não estava, ou não viu, vou dar um breve resumo; Basicamente, tinha uma usuária que ficava postando algumas imagens pra interagir com o pessoal, e bem, depois de um tempo com isso, parece que estourou, lembro que o sub de uma hora pra outra estava cheio de ataques contra essa mina coisas tipo isso
( Bom, aparentemente o usuário da mina não existe mais, provavelmente apagou com todo essa crucificação virtual, não culpo totalmente o adm do sub, pois entendo que estava claramente fora de controle, e como ele disse, tava passando do limite, mas ele também não tentou fazer nada; mesmo que as mensagens no PV não tenham sido mandadas, a pessoa simplesmente entrar no sub e ver todo mundo te xingando e te associando ao nazismo é algo no mínimo perturbador )
Nos comentários no vídeo do orochi, vi uma mina reclamando da fanbase e falando que as pessoas que viam as coisas erradas não faziam nada, bom, eu tentei, mas além da chuva de downvotes, ninguém pareceu dar a mínima para a situação, eram só crianças de 12 anos vendo que fazer esse ataque estava dando atenção, eles fizeram, basicamente, o que as k poppers fizeram com o orochi algum tempo depois, e criticaram elas sem mesmo prestarem atenção no que fizeram
Acho que eu ter tentando trazer a sensatez pro sub foi o que me resultou um ban ( um mês depois de tudo né, mas fazer o que ) pois eu não postava nada fazia 1 mês e mal comentava em algo, e mesmo assim, o que eu comentava não chegava nem perto do que outros comentavam
Depois do ban so via essas tretas entre subs e ataques pelo sub do gou e do Saiko, sinceramente, acho bom que acabou, estava muito tóxico
Se alguém leu até aqui, obrigado, desculpe pelo texto longo, o gou sempre tenta trazer assustos pra nos manter informados e refletimos, quis tentar fazer o mesmo, obrigado novamente
submitted by Morfeu321 to G0ularte [link] [comments]


2020.06.13 18:57 ggaspar8535 Solidão em Berlim

Moro aqui sozinho já há 3 anos, sou da zona sul de SP, tenho 24 anos, sou hétero, fã de cultura pop e trabalho com TI. Falo inglês muito bem, mas meu alemão ainda é bem intermediário. Não tenho amigos e nem família por perto. Talvez devido ao fato de sempre ter trabalhado muito desde que cheguei aqui, nunca encontrei outros brasileirxs da minha idade com quem eu possa me conectar. A maioria dos brasileirxs aqui já têm suas/seus parceiros, preferem amizade com gringo e têm por volta de 30+, acho que essa galera não tem muito interesse em uma amizade com alguém em uma fase tão diferente da vida. Acho muito difícil fazer amizade no geral, eu sou super introvertido mas quando estou sozinho sinto uma dor que chega a ser física. Minha família no Brasil é o meu refúgio, mas estão sempre sugerindo que eu volte pra casa. Já tentei ir a eventos sobre assuntos que me interesso, grupos de ciclismo, encontro de estrangeiros, trabalho voluntário, viajar sozinho e outras muitas coisas onde as pessoas simplesmente não parecem ter interesse em mim. Geralmente essas tentativas de resolver o problema da solidão resultam em uma sensação de fracasso e me sinto pior que antes. Acho que eu não tenho graça, sou muito tímido, não sou fisicamente atraente e ter ansiedade, depressão clínica e pensamentos suicidas não ajuda. Fazer terapia e usar meu tempo pra aprender coisas novas como piano me fazem bem, mas quando chega o domingo é sempre triste. Apesar disso sou muito grato pela oportunidade que estou tendo e sei que muitas pessoas dariam tudo pra estar onde estou. Essa experiencia que estou tendo é ótima pra minha carreira mas todo dia eu penso em voltar pro Brasil com se isso fosse resolver todos os meus problemas. Isso acabou saindo mais como um desabafo, foi mal. Seria legal conhecer outras pessoas que tenham interesses parecidos e que estejam abertas para novas amizades, mesmo que com pessoas meio estranhas e quebradas.
submitted by ggaspar8535 to foradecasa [link] [comments]


Aula de alemão 0 = Alemão para iniciantes - YouTube O Alemão - YouTube Pronomes pessoais em alemão  Aula completa Um dia comigo. Vídeo em alemão COM LEGENDAS EM PORTUGUÊS ... A simplicidade de se falar Alemão - YouTube Falando alemão no Drive-Thru - YouTube Microaula - Pronomes Pessoais em Alemão - YouTube Vídeo aula de Alemão Pessoas & Membros da Família ... Aprender Alemão Dormindo // 130 Frases Essenciais Em ... Aprender Alemão: 500 Frases em Alemão Para Iniciantes ...

Ministro da Saúde alemão cuspido e insultado por pessoas ...

  1. Aula de alemão 0 = Alemão para iniciantes - YouTube
  2. O Alemão - YouTube
  3. Pronomes pessoais em alemão Aula completa
  4. Um dia comigo. Vídeo em alemão COM LEGENDAS EM PORTUGUÊS ...
  5. A simplicidade de se falar Alemão - YouTube
  6. Falando alemão no Drive-Thru - YouTube
  7. Microaula - Pronomes Pessoais em Alemão - YouTube
  8. Vídeo aula de Alemão Pessoas & Membros da Família ...
  9. Aprender Alemão Dormindo // 130 Frases Essenciais Em ...
  10. Aprender Alemão: 500 Frases em Alemão Para Iniciantes ...

Olá, seja muito bem-vindo a mais uma vídeo aula de Alemão. Muito prazer o meu nome é Cristiane. Neste vídeo irei os apresentar: Pessoas & Membros da Família ... Você quer falar Alemão bem como falante nativo e melhorar a pronúncia? Aqui estão algumas das frases básicas mais utilizadas no Alemão. Há 130 neste vídeo. A... Siga também: https://www.instagram.com/andreia.bohn/ https://www.facebook.com/andreiabohnalemao/ Site: http://www.andreiabohn.com.br/ Um alemão falando português 🇩🇪🇧🇷🇵🇹 Oi gente, sou o Axel, sou alemão, e faço videos falando sobre o Brasil e a Alemanha🇩🇪🇧🇷 Em 2013 eu viajei ao Brasil pela p... Muitos iniciantes acham que não sabem nada de alemão, mas estão enganados! Nesta primeira aula de alemão para iniciantes, vocês verão quanto conhecimento exi... Meu propósito é utilizar o alemão para ajudar as pessoas a serem mais felizes e realizadas em suas vidas, seja conseguindo o emprego dos sonhos, estudando ou morando fora, dando segurança e ... O que vocês estavam me pedindo a muito tempo. VÍDEO EM ALEMÃO! Vem treinar seu ouvido comigo e traz todos os seus amigos do curso de alemão heim... conhece a... Veja a diferença do Alemão com outros idiomas. ANIMAL DE ESTIMAÇÃO UM TANTO DIFERENTE : http://www.youtube.com/watch?v=GELkaE4d8gg 1000 Frases Em Inglês https://youtu.be/DMEN5XnHVyc INSCREVA-SE http://www.youtube.com/subscription_center?add_user=Polyglot%20Pablo 500 Frases Em Italiano ht... Falar alemão no Drive-Thru era uma coisa que eu desde sempre queria fazer, tipo só pra ve como que as pessoas iriam reagir ou coisa assim. Então eu fui la e ...